Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Com tecnologia moderna e alta capacidade produtiva – de até 8 milhões de litros anuais - nova unidade expande operações da ADAMA na cidade

O prefeito Marcelo Belinati se reuniu ontem (20), em seu gabinete, com lideranças da ADAMA Brasil, que integra uma das maiores holdings do agronegócio global. Eles apresentaram a recém-inaugurada nova unidade fabril da companhia em Londrina. Além de manter uma das principais sedes da ADAMA em nível mundial, a cidade agora também sedia a primeira fábrica de herbicidas com Tecnologia T.O.V. (formulação OD – Dispersão em Óleo) do grupo no planeta.

Representando a ADAMA Brasil, estiveram presentes no encontro a diretora de Operações, Ana Cristina Quezado Melo Colla, e o diretor Jurídico e de Responsabilidade Social, Ricardo Palazzo de Almeida Barros. Por parte do município, participaram, além do prefeito, o vice-prefeito João Mendonça, o presidente do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (CODEL), Bruno Ubiratan, e o diretor de Desenvolvimento da Codel, Atacy de Melo Junior.

A nova fábrica de herbicidas em Londrina, expandindo a sede da ADAMA, foi criada com investimento total de R$ 12 milhões, tendo capacidade produtiva de 8 milhões de litros por ano. Este espaço é todo automatizado e operado por tablets, com monitoramento 24h em uma sala central para este controle.

A operação teve início no final de novembro, na unidade que fica localizada na rua Pedro Antônio de Souza, 400, Jardim Eucaliptos. Este polo atenderá o mercado nacional e internacional, com fornecimento a países como os Estados Unidos, China, África do Sul, Namíbia e nações da América Latina.

O prefeito Marcelo Belinati parabenizou a ADAMA pela excelência nos serviços prestados, ajudando a destacar o nome de Londrina no cenário mundial. “É uma grande honra e satisfação acompanhar mais uma etapa de expansão de uma empresa tão relevante e tradicional, com história na cidade. A ADAMA é uma das gigantes em seu segmento e agora inaugura mais essa nova fábrica, operando com o que existe de melhor, e elevando ainda mais o patamar da sede de Londrina que é referência. Vocês estão de parabéns pelo trabalho que desenvolvem há tantos anos”, comentou.

O grande diferencial deste inédito polo de herbicidas da ADAMA é a tecnologia T.O.V., que já vem sendo aplicada, há alguns anos, pela companhia em seus produtos fungicidas. A diretora de Operações da ADAMA, Ana Colla, destacou que este formato tecnológico busca aprimorar a operação e proporcionar mais segurança, qualidade, confiabilidade e redução de impacto ao meio ambiente. “São herbicidas com formulação OD por dispersão de óleo, sendo este o primeiro produto de uma linha com mais três outros novos herbicidas T.O.V. que a ADAMA deve lançar ao longo dos próximos cinco anos. Algumas das próximas formulações já estão sendo submetidas e aguardarão por seus registros”, detalhou.

Colla frisou que, além da estrutura de primeiro nível, com tecnologia moderna e alta capacidade produtiva, os investimentos em inovações de formulação da ADAMA contribuem para facilitar e melhorar a rotina de trabalho dos agricultores. “A nova unidade fabril instalada em Londrina atua com soluções tecnológicas de precisão para o manejo de ervas daninhas, e a nova formulação da ADAMA vem para suprir essa necessidade do produtor, aprimorando técnicas de controle que visam combater um problema que aflige muitas pessoas no setor”, acrescentou.

Ainda de acordo com a diretora, os planos da ADAMA, de forma geral, são ambiciosos. Ela citou que a companhia pretende dobrar de tamanho até 2025, investindo pesado em tecnologias e soluções inovadoras para promover o manejo eficiente da agricultura brasileira.

 “Estamos presentes em vários países, mas Londrina tem, fora Israel e China, uma das maiores fábricas do mundo de formulação, com capacidade para produzir mais de 50 milhões de litros por ano. Cada vez mais, queremos expandir a capacidade da nossa planta para servir bem ao agronegócio do Brasil. Nos últimos anos, a ADAMA investiu cerca de R$ 50 milhões apenas em Londrina. E investimos constantemente, sem contar o lançamento de fábricas novas, uma média de R$ 3 milhões a R$ 4 milhões por ano, por meio de tecnologia de meio ambiente e expansão de capacidade. Hoje são cerca de 150 colaboradores diretos atuando pela empresa na cidade”, concluiu Colla.

Por sua vez, o diretor Jurídico e de Responsabilidade Social da ADAMA, Ricardo Palazzo, destacou o trabalho que a companhia desenvolve na área social no Jardim Eucaliptos, em atendimento a crianças carentes do bairro. “Além da parte produtiva, realizamos uma série de oficinas culturais nessa área da cidade. Em atividades de contraturno escolar, incluindo cultura e esporte, conseguimos atender cerca de 200 crianças de maneira regular. Essa é uma das iniciativas importantes do grupo, inserida em um grande objetivo de responsabilidade social e sustentabilidade. Nesse contexto, também buscamos a conscientização e busca pela redução da contaminação, poluição, consumo de energia e de água, tendo essa preocupação com nossa população de entorno”, salientou.

Para o presidente da CODEL, Bruno Ubiratan, a inauguração de uma nova unidade produtiva da ADAMA em Londrina corrobora a vocação do município na área de desenvolvimento de tecnologias e soluções inovadoras. “Uma das maiores empresas existentes em nossa cidade vem se expandindo, ano após ano, com importantes investimentos, sempre aplicando milhões de reais em suas operações. A cidade só tem a ganhar com isso, e vem demonstrando, em diferentes segmentos, seu enorme potencial de crescimento no setor tecnológico”, celebrou.

Formulação moderna T.O.V

O herbicida Cheval® possui formulação moderna T.O.V. – patenteada pela ADAMA –, que traz facilidade de aplicação, simplificando a vida do agricultor. O produto premium é recomendado para manejo de buva, amargoso e pé-de-galinha, – presentes em mais de 25 milhões de hectares de soja – com a praticidade do controle pós-emergente das plantas daninhas com o efeito pré-emergente, promovendo efetivo controle das plantas invasoras para as culturas da soja, algodão e milho.  A proposta do produto é simplificar a vida do agricultor e trazer tranquilidade a ele com um manejo que traga melhor residual de controle

Desde o projeto até a construção da fábrica foi pensado e planejado um processo sustentável com o 25% a menos no consumo de energia, 50% a menos de água e geração de resíduos comparado com a eficiência das demais fábricas instaladas. A fábrica também contará com sistemas de filtração dos gases e particulados, garantindo e seguindo todas as normas estabelecidas pelos órgãos ambientais, evitando poluição atmosférica.

Sobre a ADAMA

A ADAMA Ltd. é líder global em proteção de culturas, fornecendo soluções para agricultores em todo o mundo para combater plantas daninhas, insetos e doenças. A companhia está há mais de 70 ano no mercado e possui um dos mais amplos e diversos portfólios de ingredientes ativos do mundo, bem como instalações de P&D de última geração, fabricação e formulação. No Brasil, opera desde 1970.

Com uma cultura que capacita os colaboradores a escutar os agricultores, a ADAMA oferece uma vasta gama de produtos diferenciados de alta qualidade, fornecendo soluções que atendam às necessidades locais de agricultores e clientes em mais de 100 países em todo o mundo.

NCPML

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.