Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Público pode comprar seus presentes até o dia 8 de maio; e o Centro de Oficinas para Mulheres (COM) está realizando palestras e oficinas virtuais para celebrar a data

Na semana do Dia das Mães, que será comemorado no próximo domingo, dia 9 de maio, a Feira Arte Mulher divulga uma série produtos especiais para o público adquirir seus presentes. A feira é um projeto da Prefeitura de Londrina, conduzido pela Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SMPM). A divulgação está sendo ampliada via redes sociais, nas páginas da Feira Arte Mulher no Facebook e também no Instagram. Além da venda presencial, no Calçadão, é possível entrar em contato diretamente com as artesãs e combinar a compra pela internet ou telefone.

O funcionamento da feira ocorre todo mês, do dia 1º a 10, no Calçadão de Londrina, em frente ao Teatro Ouro Verde. Os atendimentos respeitam o horário do comércio local e as medidas de enfrentamento à pandemia de Covid-19. Este espaço reúne mulheres cadastradas na SMPM, residentes em Londrina, que podem expor e comercializar produtos manuais e artesanais que confeccionam.

Para o Dia das Mães, diferentes opções de presente estão disponíveis com preços acessíveis. São diversos itens de utilidade e decorativos, reunindo materiais artesanais em tecido, crochê, patch work, toalhas de mesa, tapetes, suportes para objetos, entre outros. Por conta da pandemia, muitas das mulheres não estão participando presencialmente da feira no Calçadão, mas a divulgação continua pela internet. Ao todo, a Feira Arte Mulher conta com 12 barracas e 24 artesãs, com comercialização individual, em grupos ou por associações de mulheres.

A secretária municipal de Políticas para as Mulheres, Liange Doy Fernandes, frisou que a Feira Arte Mulher abre espaço e incentiva as mulheres artesãs, valorizando e trazendo mais visibilidade aos seus trabalhos. “A feira já é tradicional em Londrina e hoje integra o programa de empreendedorismo feminino da SMPM, que ajuda a fortalecer a geração de renda e autonomia voltada às mulheres artesãs da cidade. Em datas comemorativas como o Dia das Mães, um dos feriados que mais movimentam o comércio, é importante reforçar a divulgação e informar as pessoas sobre a existência de trabalhos tão bonitos e de grande qualidade produzidos pelas mulheres”, enfatizou.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios