Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

São diversos itens como bolsas, roupas, e acessórios; aquisição pode ser feita no Calçadão ou por telefone

Quem está à procura de presentes para o Dia dos Namorados, que será celebrado nesta sexta-feira (12), pode encontrar diferentes opções de peças e produtos artesanais, exclusivos e com preços acessíveis. Duas artesãs que integram a Feira Arte Mulher, projeto da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SMPM), estão vendendo itens criados por elas  e feitos especialmente para esta data. Na feira, ou diretamente com as vendedoras, o público pode encontrar produtos na faixa de R$ 10 até cerca de R$ 120, entre roupas, bolsas, bonecas, costuras criativas, canecas, objetos customizados e outros.

Algumas das opções estão disponíveis na Feira Arte Mulher, que funciona no Calçadão, sempre na primeira quinzena de cada mês, dentro do horário regular do comércio de Londrina. Nesta semana, o funcionamento das barracas está ocorrendo das 10h às 15h, próximo ao Teatro Ouro Verde, podendo ser alterado caso as chuvas atrapalhem o andamento. No dia 12, quando o comércio terá horário ampliado, via decreto municipal, a previsão é que os pontos estejam abertos até um pouco mais tarde, por volta das 16h.

É neste espaço que a artesã Lina Pereira comercializa seus produtos, desde outubro de 2019, quando a tradicional feira teve alterações em seu formato e abriu novas vagas. Para o Dia dos Namorados, ela tem como opções peças variadas de cachecóis, golas, coletes e tiaras. Na sexta-feira (12), alguns vasos de plantas suculentas também estarão à disposição. Além disso, ela monta kits conforme a preferência dos clientes e aceita encomendas pela internet e por telefone, no contato (43) 99996-5272.  “É tudo feito a mão e com muito amor e carinho. O artesanato é hoje uma renda extra que posso ter depois da aposentadoria. Além disso, é gratificante criar cada peça e ver seu trabalho tomando corpo até chegar às pessoas”, contou.

Por conta do período de quarentena e isolamento social, a artesã Sara Cavalheiro, que faz parte do grupo de risco da Covid-19, tem vendido suas produções apenas de forma remota. Trabalhando junto com a filha Laís Almeida, ela vende uma série de itens como bonecas e animais de pano e tecido, costura criativa e patch work para produção de bolsas, nécessaire, porta-garrafas, porta-moedas, marcadores de livros, entre outros. Também produz canecas de porcelana com arte em sublimação, oferecendo diferentes modelos. “É um período complicado para nós nas vendas. Como eu não estou podendo ir presencialmente nas feiras do Calçadão e da Prefeitura, a internet nos ajuda a divulgar os produtos e meu contato está disponível para mostrá-los e vendê-los a quem se interessar”, disse. Os contatos podem ser feitos pelo (43) 99813-8310 ou pela página Bellas Bonecas no Facebook e no Instagram.

A psicóloga e gerente do Centro de Oficinas para Mulheres, da SMPM, Lisneia Rampazzo, informou que atualmente 27 mulheres fazem parte do projeto Feira Arte Mulher, nos segmentos de artesãs individuais, grupos e associações. “Trata-se de um espaço de comercialização muito tradicional e antigo, com cerca de 25 anos de existência. No ano passado, a ação foi ampliada, ganhou um novo formato e abriu novas vagas para participação, repaginando a Feira Mãos Talentosas que já era realizada no local. No Calçadão, atualmente a feira segue todas as medidas restritivas de segurança com distanciamento entre barracas e público, equipamentos de proteção e álcool gel”, explicou.

Segundo Rampazzo, mesmo no período de pandemia e limitações por conta do coronavírus, a SMPM continua dando apoio técnico e suporte à Feira Arte Mulher e suas integrantes. “O acompanhamento segue com a divulgação das atividades, capacitações e palestras pelas redes sociais, além de informações e orientações fornecidas. Também há atendimento a distância, conforme agendamento, entre outros trabalhos feitos regularmente”, concluiu.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios