Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Projeto comercializa produtos da agroecologia e agricultura familiar, sem agrotóxicos; pedidos podem ser feitos ainda hoje, para serem entregues no sábado

A 12ª edição do Feirão da Resistência e da Reforma Agrária acontece nesta semana, pela internet. Os produtos são da agroecologia e agricultura familiar, sem agrotóxicos. É possível fazer o pedido de cestas balanceadas, com produtos variados, ou itens avulsos. Serão comercializados produtos hortifruti, como verduras legumes, legume, hortaliças, temperos e frutas. Além isso, esta edição contará com artesanatos dos Kaingangs.

Também serão disponibilizados produtos processados de cooperativas e pequenas agroindústrias, como arroz integral, cateto e branco, chá mate orgânico, melado, cachaça e açúcar mascavo, iogurte, manteiga, queijos, ovo caipira, entre outros. Os pedidos devem ser feitos até as 23 horas desta quarta-feira (21), acessando o link https://bit.ly/3nXnkid. A entrega acontecerá no sábado (24), em domicílio, das 10 às 18 horas, somente em Londrina, com uma taxa de entrega de R$ 6,00. Os consumidores que preferirem podem retirar a compra, na Avenida Duque de Caxias, 3241, até as 14 horas.

O Feirão está acontecendo pela internet devido à pandemia do novo Coronavírus, a fim de evitar possível aglomeração de pessoas. Em outras edições, anteriormente à pandemia, além dos produtos, a feira contava com atrações culturais e oficinas. O integrante do coletivo do Feirão, Danilo Lagoeiro, contou que a Feira é realizada quinzenalmente, com abertura dos pedidos sempre de domingo a quarta-feira e retirada aos sábados.

A cada edição é disponibilizado um link novo, para os pedidos. As novidades podem ser acompanhadas no Facebook do projeto “Movimento de Artistas de Rua de Londrina” e no Instagram do mesmo. Por estes canais, também é possível solicitar a inserção do celular em uma lista de transmissão do WhatsApp, para receber as novidades sobre as edições e produtos.

O Feirão é resultado do coletivo formado pelo Movimento dos Artistas de Rua de Londrina (MARL), espaço que conta com patrocínio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PROMIC), integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) do norte do Paraná, do Sindicato dos Jornalistas do Norte do Paraná (SindJor), além de artesãos, feirantes, artistas de outros grupos culturais e coletivos da cidade.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios