Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

De janeiro a junho de 2018 a instituição registrou 1.325 boletins de ocorrência

O setor de Planejamento Operacional da Guarda Municipal de Londrina divulgou ontem (2), um balanço das atividades do primeiro semestre do ano. De janeiro a junho de 2018 a instituição registrou 1.325 boletins de ocorrência, de diversas naturezas e no mesmo período, de 2017, foram 637. Neste ano a GM recuperou 43 veículos, sendo 32 carros e 11 motocicletas. Retirou 4 armas de circulação, sendo 1 revólver, 2 pistolas e 1 espingarda. No período, 250 pessoas foram detidas ou encaminhadas à delegacia sendo 213 maiores de idade e 45 menores.

No início de 2017 a Secretaria Municipal de Defesa Social fez um estudo a fim de mapear todas as regiões da cidade para distribuir o efetivo de agentes da Guarda Municipal de forma mais eficaz. Ao todo, 377 próprios públicos municipais foram listados, na zona urbana e rural, e hoje são atendidos, todos os dias, com patrulhamento e/ou vigilância por câmeras de segurança.

O diretor operacional da GM, Daniel Sakama, acredita que esse aumento nos atendimentos está relacionado com a confiança que os londrinenses têm depositado na instituição. “A população tem entendido o papel da GM na segurança pública, além de ter aumentado também o grau de confiança. Através dessa confiança, também por parte das demais secretarias municipais e outras instituições, nós vamos caminhando para manter Londrina mais segura”, afirmou.

Patrulha Maria da Penha

A Guarda Municipal de Londrina possui um serviço exclusivo para o atendimento de ocorrências envolvendo mulheres vítimas de violência, pela central de emergência 153, que possuam ou não medida protetiva. A Patrulha Maria da Penha iniciou os trabalhos no dia 6 de julho de 2015, há 3 anos, e conta com agentes capacitados que atuam dia e noite, inclusive nos oito distritos rurais. O primeiro semestre de 2018 finalizou com o atendimento a 105 ocorrências, sendo 53 sem medida e 52 quando a vítima possuía medida protetiva expedida pela 6ª vara.

Central de Comunicação e Monitoramento - Das 1.325 solicitações recebidas pela GM no período, 1.102 foram através da central 153. O setor também possui cerca de 200 câmeras de segurança instaladas nas ruas e prédios municipais. O serviço funciona todos os dias durante 24h. A instituição atende todos os tipos de ocorrência a fim de colaborar na manutenção da segurança pública na cidade.

O Grupo de Comunicação e Monitoramento (GCOM) é o local que atende registra as ocorrências da instituição. A central opera os telefones 153, telefone de emergência da Guarda Municipal e o 199 da Defesa Civil.

Bruno Amaral/Defesa Social

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios