Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Data room virtual está disponível no site da prefeitura para compartilhamento de informações estratégicas e conferências online

A prefeitura de Londrina, principal acionista da Sercomtel Telecom junto com a Copel – Companhia Paranaense de Energia, acaba de publicar no portal oficial do município o data room virtual para o processo de desestatização da última empresa de telefonia pública do país. Trata-se de um ambiente seguro para o armazenamento de dados, averiguação de documentos e troca de informações confidenciais. O ato de criação do espaço também foi publicado no Jornal Oficial do Município. De acordo com o secretário municipal de governo, a criação do data room é o último passo antes da publicação do Edital do Leilão pela B3, a Bolsa de Valores oficial do país.

O data room funciona como um misto de arquivo e sala de reuniões online, onde podem ser realizadas conferências entre potenciais compradores e representantes da prefeitura. Também é o local onde são agendadas diligências à sede da empresa. Link publicado no portal da prefeitura dá acesso, em uma primeira etapa obrigatória, ao Manual de Procedimentos, que explicita os critérios para o acesso ao Data Room tanto para as visitas técnicas como para reuniões virtuais com executivos da empresa de telefonia.

O data room conta com um ambiente interativo de perguntas e prospecções, que serão respondidas por uma comissão composta por três representantes do Município, com o suporte de diretores e técnicos da Sercomtel. As pessoas jurídicas interessadas pagarão taxa de acesso e assinarão Termo de Compromisso de Confidencialidade. Todos os contatos para as diligências deverão ser realizados por meio do cadastro ao Sistema SEI – Sistema Eletrônico de Informação do Município de Londrina – link para cadastro

Para credenciar-se como interessado, o solicitante deverá assinar o Termo de Compromisso de Confidencialidade e efetuar o pagamento de R$ 5.000,00 (cinco mil reais), a título de taxa de acesso, que inclui o direito de participar de visitas técnicas e reuniões com as áreas jurídica, de informática, contábil, financeira, de recursos humanos e de marketing.

Dúvidas e solicitações de informações deverão ser enviadas até dez dias antes da realização do leilão, previsto para acontecer em meados de dezembro. As datas definitivas de publicação do edital e realização do leilão serão divulgadas oportunamente no site do Município de Londrina. Com o objetivo de assegurar igualdade de tratamento a todos os interessados, as perguntas e respostas formuladas a título de Informações Adicionais, serão colocadas no data room.

O secretário de Governo, Juarez Tridapali, ressalta que o início do processo de troca de acionistas da Sercomtel foi iniciado com debates abertos, para depois ser enviada à Câmara  de Vereadores a solicitação de permissão para a desestatização. As últimas semanas foram dedicadas a rodadas de governança interna nas coligadas, para ajuste de atos legais e a retirada da Sercomtel Iluminação e da Sercomtel Contact Center do grupo, o que também passou por aprovação do Legislativo. A fase atual de disponibilização das informações da empresa, para que os potenciais compradores possam coletar dados, é totalmente direcionada ao mercado.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios