Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O crescimento do setor do agronegócio, somado à inovação, pesou na escolha da empresa pela cidade

Foi anunciado ontem (17), no gabinete do prefeito Marcelo Belinati, a construção em Londrina da maior unidade brasileira da Rizobacter. A empresa faz parte do grupo argentino Bioceres Crop Solutions, provedor global de soluções para a agricultura, listado na NASDAQ (mercado de ações eletrônico). A planta da fábrica será construída na rodovia PR 445, saída para Curitiba, em um terreno próprio de 65.241 m² e irá empregar até 130 pessoas. Em Londrina, serão produzidos inoculantes de leguminosas como a soja e produtos de biocontrole, foco principal da Rizobacter, uma das cinco maiores empresas do mundo na área.

O prefeito Marcelo Belinati deu boas-vindas oficiais aos diretores da empresa. “Londrina está comprovando a cada dia sua vocação para a inovação e tecnologia. É fantástico. Uma multinacional que se soma a varias outras empresas que decidiram vir para Londrina e trazem centenas de novos empregos”, afirmou. Os postos de trabalho que serão gerados durante a construção da fábrica também foram comemorados. A Construtora Yoshi será a responsável pelas obras que incluem galpão de produção, dois laboratórios de biotecnologia, escritórios administrativos e refeitório.

O presidente do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), Bruno Ubiratan, acompanhou o processo de decisão do Grupo Bioceres de vir para a cidade, que durou quase três anos. O início da empreitada começará  imediatamente e o prazo para conclusão da fábrica é de 14 meses.

Para Bruno Ubiratan, cada vez que a cidade atrai uma grande indústria como a Rizobacter, outra empresas de fora tendem a se instalar aqui. “Temos hoje um ambiente de negócios sadio, que prima pela transparência e pela agilidade em receber investidores com a resposta para o que eles mais precisam – excelente localização geográfica, mão de obra qualificada, presença de universidades e um instituto de pesquisa como a Embrapa e qualidade de vida inigualável”, enumerou Bruno.

O grupo Bioceres Crop Solutions, possui filiais e subsidiárias no Uruguai, Paraguai, Bolívia, Colômbia, Estados Unidos, Canadá, México, África do Sul, Índia e Ucrânia, e está presente há 23 anos no Brasil. A Rizobacter fabrica produtos complementares de biotecnologia como inoculantes, adjuvantes, biofertilizantes e produtos de biocontrole.

O diretor da Rizobacter, Nilton Elteto, lembrou que a região Norte do Paraná abriga outras fábricas e cooperativas que são parceiras comerciais ou de produção. Outro fator que contou a favor de Londrina como nova sede brasileira da empresa, que já está no país há 23 anos.

Acompanharam o anúncio de instalação da empresa Rizobacter em Londrina, o vice-prefeito, João Mendonça; os secretários municipais de Governo, Alex Canziani; de Obras e Pavimentação, João Verçosa; do Trabalho, Emprego e Renda, Gustavo Santos; o presidente do IPPUL, Tadeu Felismino; além do presidente da Câmara, Jairo Tamura; dos vereadores Ailton Nantes e Matheus Thum.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.