Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A agenda inclui encontros para troca de ideias, criação de projetos, Startup Weekend, hackathon e rodada de negócios; programação vai até outubro de 2019

Na sexta-feira (14), a Prefeitura de Londrina recebeu a cerimônia de lançamento oficial da Jornada SporTech & HealthTech – Imersão Completa. O projeto está sendo desenvolvido de forma integrada na cidade, mobilizando várias instituições, com múltiplas ações focadas no estímulo à cultura de inovação para o esporte e saúde, conectados às áreas de Educação e Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs). A primeira etapa teve início em maio, com três encontros já realizados, e a programação agora continuará com uma série de eventos e atividades, que irão ocorrer até o mês de outubro.

A agenda da Jornada inclui meetups, a Startup Weekend, palestras, imersão em conteúdo, hackathons e rodadas de negócios, com práticas de empreendedorismo e criação de oportunidades para conectar profissionais e estudantes, incluindo uma agenda voltada especificamente para mulheres. Algumas etapas irão ocorrer paralelamente às programações oficiais de duas competições estaduais importantes que Londrina sediará em breve, os Jogos Abertos Paradesportivos do Paraná (PARAJAPs), a partir da semana que vem, e os Jogos da Juventude do Paraná, em setembro.

A intenção é aproveitar o potencial de Londrina, que é considerada uma referência em eventos esportivos, nas áreas de saúde, empreendedorismo e tecnologia, construindo ações sustentáveis que possam ser convertidas em novos projetos.

A realização da Jornada é do Instituto Sport Training, e a organização ocorre pela Dg Comunicação Digital, Fundação de Esportes de Londrina (FEL), Comunidade Redfoot e Sport Training Brasil. Por parte da Prefeitura de Londrina, ainda há apoio institucional do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (CODEL).

No evento, os idealizadores da iniciativa, Danhara Gomes e Adalberto Dhener Luiz fizeram uma breve apresentação sobre o funcionamento da Jornada, explicando quais são os principais objetivos e como cada etapa é importante no projeto (ver mais sobre a programação abaixo).

De acordo com Danhara, representantes de qualquer segmento podem participar das atividades, que são abertas à comunidade e envolvem etapas sequenciais que se complementam, visando agregar agentes de diferentes segmentos em um formato horizontal de atuação. Primeiramente, ocorreram os meetups, com encontros informais para mostrar a base conceitual e teórica aos participantes, visando aproximá-los e instigá-los. “Na sequência, teremos debates sobre conteúdos e, depois, imersões para alinhar propostas de projetos e modelos de negócio, com eventos amplos como Startup Weekend e Hackatons, até chegar às rodadas de negócio, onde será possível criar parcerias e tratar de investimentos e patrocínios para fomentar novas iniciativas de fato”, explicou.

Ainda de acordo com a empreendedora, a proposta é provocar mudanças e trazer inovações ao esporte e demais áreas que a Jornada busca integrar. Além do foco envolvendo esporte e saúde, a ideia é agregar colaboradores da Educação, das TICs, do Design, Administração, Comunicação Social, áreas técnicas e outras. “Sejam quais forem os produtos gerados a partir deste primeiro ano de projeto, a importância maior é interligar áreas que antes não se ligavam ou pouco tinham interação, e semear a cultura de inovação. Dos trabalhos, podem sair aplicativos e softwares que ajudem nesse processo de inovação, ou ainda, parcerias e estratégias promissoras de negócios”, completou.

Adalberto Dhener Luiz salientou que a intenção da Jornada é estimular o potencial já existente na região de Londrina, que hoje concentra quase 40% do mercado de Satartups do Paraná. Uma das atrações da programação, a Startup Weekend, por exemplo, é um evento global que ocorre em mais de 170 países, e Londrina será o primeiro local da América Latina a desenvolver este encontro com foco nos conceitos SporTech e HealthTech. “Londrina é uma cidade inovadora por tradição, e uma referência nas áreas que estamos querendo fazer evoluir ainda mais, por meio de ações criativas. Para 2020 pretendemos fazer algo ainda maior, concatenando autoridades e lideranças e movimentando essa cadeia produtiva”, indicou.

O vice-prefeito de Londrina, João Mendonça, participou da solenidade de lançamento representando o prefeito Marcelo Belinati. “A inovação e inclusão no esporte e em outras áreas, com ações integradas e suporte das tecnologias, são de fundamental importância para o desenvolvimento do nosso município, principalmente quando estimula a participação de crianças e jovens. O prefeito Marcelo é grande incentivador de ações voltadas ao empreendedorismo. E o poder público deve sempre pensar em todos os segmentos de forma integrada, seja com políticas voltadas a idosos, crianças, mulheres, entre outras”, disse.

O presidente da Fundação de Esportes de Londrina (FEL), Fernando Madureira, frisou que a Jornada é um projeto que tem grande potencial para somar com o desenvolvimento da cidade, incluindo o esporte. “Os organizadores da Jornada estão de parabéns e nós, da FEL, nos sentimos muito honrados por ter acompanhado o pontapé inicial do projeto, quando a ideia surgiu, ainda no ano passado, com hackathons feitos durante os Jogos Abertos do Paraná (JAPs). Agora, a iniciativa começa a se consolidar e continuamos sendo parceiros para apoiar no que for necessário, e absorver as experiências que serão de grande valia e podem se transformar em bons projetos”, afirmou.

Também estiveram presentes na cerimônia o deputado estadual Tiago Amaral, o vereador Jairo Tamura, Lisiane de Freitas representando a UEL, e Luis Carlos de Albuquerque, do Arranjo Produtivo Local (APL de Londrina), além de representantes de várias entidades apoiadoras da iniciativa.

Jornada

A agenda começou com a realização de três meetups, nos dias 13 e 27 de maio, e 10 de junho. Os temas foram “Educação, Empreendedorismo e Tecnologia”, “Esporte e Saúde” e “Tecnologia e inovação no Esporte e Saúde”.

O SportCon, que agregará Esporte e Conteúdo, vai ocorrer nos dias 22 e 23 de junho, juntamente com a programação oficial dos Jogos Abertos Paradesportivos do Paraná (PARAJAPs). Dentre as temáticas trabalhadas estarão: Empreendedorismo; Metodologias Ágeis (sprint); Ideação, Canvas, Prototipagem e Validações; Montagem de Time; Pitch de Venda; Desenvolvimento Versão Beta; Processos de Incubação / Aceleração; Eventos Esportivos e de Tecnologia.

Nos dias 26, 27 e 28 de junho haverá o Startup Weekend, como imersão para a área de inovação esportiva, onde os conhecimentos trabalhados anteriormente poderão ser aplicados, colocando em debate as metodologias apresentadas. Serão 50 horas de atividades ao todo, propiciando a troca de ideias que formarão protótipos de negócios.

Já no evento “Mulheres Tech n’ Tudo”, quatro temáticas serão colocadas em foco: Empoderamento e empreendedorismo feminino, Mulheres na Educação e na Tecnologia, Mulheres na Saúde e na Tecnologia e Mulheres no Esporte e na Tecnologia.

A imersão focada em desenvolvimento surge na quarta etapa da Jornada, com o Hackathon, que terá maratonas nos dias 20, 21 e 22 de setembro, aliadas aos Jogos da Juventude do Paraná.
Fechará a programação da Jornada SporTech & HealthTech – Imersão Completa a Rodada de Negócios, no dia 27 de outubro.

Parceiros – APL de TI, Codel, Comunidade Redfoot, CREF PR, Folha de Londrina, Governo do Estado, Hotel Galli, Intuel , Jovem Pan, Londrina Convention Bureau, Red Bull, Salus — Governança da Saúde
Senai, Sebrae, Universidade Positivo, Paiquerê FM e Prefeitura Municipal de Londrina.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios