Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Servidora de carreira, é advogada e vice-presidente do Conselho dos Direitos da Mulher de Londrina

Assumiu o cargo de secretária municipal de Políticas para as Mulheres de Londrina (SMPM), a advogada Liange Hiroe Doy Fernandes. Ela é vice-presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM), membro do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e servidora de carreira da Prefeitura de Londrina desde 2013. A vaga estava em vacância com a saída de Nádia Oliveira de Moura.

Segundo a nova secretária da pasta, uma das intenções é dar continuidade aos trabalhos que vêm sendo desenvolvidos pela SMPM, assim como desenvolver outras ações alinhadas às demandas prioritárias aprovadas pelo CMDM e definidas no Plano Municipal de Políticas para as Mulheres (aprovado em dezembro de 2019). Para isso, durante o período de pandemia do coronavírus, a secretária pretende continuar viabilizando o atendimento a distância e o presencial quando necessário.

Entre as iniciativas a serem percorridas por Fernandes estão: a ampliação de ações na área da saúde, bem-estar e autonomia financeira das mulheres, assim como maior visibilidade aos serviços de atendimento e orientação à mulher em situação de violência doméstica, familiar e sexual. “Pretendo dar mais visibilidade ao enfrentamento da violência para que as mulheres saibam exatamente onde procurar atendimento e fortalecer a Rede de Enfrentamento à Violência Doméstica, Familiar e Sexual contra a Mulher em Londrina. A intenção é também sensibilizar e capacitar os profissionais que compõem a rede na busca de um atendimento cada vez mais humanizado”, disse Fernandes.

Outra meta da secretária é implantar processos de gestão para subsidiar tomadas de decisão nas políticas públicas municipais, como o Mapa da Violência, o Observatório da Violência e fluxos de atendimento.

A nova secretária de Políticas para as Mulheres tem 28 anos, é casada e mãe de gêmeas. Formou-se em Direito pela Unifil, tem pós-graduada pela Universidade Positivo (LL Master of Law – Practice of Labor Law), possui cursos de aperfeiçoamento profissional pela Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) e Instituto Legislativo Brasileiro (ILB) nas áreas de controle social, violência doméstica e familiar contra a mulher, orçamento público e controle interno.

Ela estava atuando como assessora de Políticas Públicas para as Mulheres durante a gestão de Nádia Moura, sendo que iniciou no serviço público na Procuradoria Geral do Município (PGM), passando em seguida pela Corregedoria do Município de Londrina. Já ocupou outros cargos, como de secretária municipal (interinamente) e diretora de Saúde Ocupacional da Secretaria Municipal de Recursos Humanos de Londrina, e também  foi gerente de Ação Formativa na Secretaria de Políticas para Mulher.

No exercício de assessora da SMPM, Liange atuou no atendimento e na orientação jurídica do Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CAM) e na Casa Abrigo Canto de Dália, além de ter realizado diversas palestras e capacitações sobre prevenção e enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher durante a coordenação do Programa Juntas Somos Mais. Ela foi responsável também pela execução do Programa Mãos EmPENHAdas Contra a Violência, que é uma iniciativa em parceria com o Tribunal de Justiça do Paraná, por meio da 6ª Vara Criminal de Londrina – Vara Maria da Penha. Ela foi nomeada pelo Decreto n.º 497 de 22 de abril de 2020, publicado no Jornal Oficial do Município n.º 4050.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios