Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Audiência é aberta ao público e visa buscar soluções para desenvolvimento inteligente dos modais de transporte e deslocamento humano

Neste sábado (26), às 9 horas, a Prefeitura de Londrina, por meio do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (IPPUL) realizará a 1ª audiência pública do Plano de Mobilidade de Londrina. O encontro será no auditório do Sindicato do Comércio Varejista de Londrina (SINCOVAL), na Rua Governador Parigot de Souza, 220, esquina com a Rua Ana Neri, no Jardim Petrópolis.

O objetivo é expor para a população os resultados da Pesquisa Origem Destino de 2019, fazer um balanço dos mesmos e apresentar os apontamentos realizados pelos especialistas da LOGIT, empresa de São Paulo (SP) com expertise no desenvolvimento de soluções inteligentes e eficientes em transporte. Com isso, os gestores esperam debater as ações e as políticas na área de mobilidade urbana, por meio dos conhecimentos especializados para o transporte de carga e de passageiros.

Quem participar terá acesso aos resultados dos estudos que demonstram a quantidade de deslocamentos feitos por carros, motocicletas, ônibus públicos e privados, bicicletas e a pé. Também serão apresentados os motivos pelos quais as pessoas se deslocam de um ponto ao outro, e os motivos que levam a população a se deslocar (se por conta do trabalho, lazer, estudo ou por outro motivo). Os pesquisadores também mostrarão para quais regiões e destinos as pessoas costumam ir, quais são os horários com maiores picos de movimento e qual é a qualidade do serviço prestado. Outro ponto avaliado durante a pesquisa foi quanto as viagens intermunicipais e o transporte de cargas.

“É uma grande oportunidade para a população tomar conhecimento de como está a mobilidade urbana no Município, pois todos os dados que serão apresentados foram obtidos da própria população que respondeu aos questionários e que foi entrevistada. Participando da apresentação, a população entenderá as propostas que vêm pela frente e poderá se enxergar nelas”, explicou a diretora de Trânsito e Sistema Viário do IPPUL, Denise Ziober.

O presidente do IPPUL, Roberto Alves Lima Junior, explicou também que a pesquisa permitiu a realização de um mapeamento das atividades socioeconômicas da cidade e o planejamento para o desenvolvimento. “Os resultados desse estudo serão largamente utilizados em modelagens de políticas públicas nas áreas de urbanismo, segurança, saúde, educação, entre outras”, afirmou Lima Junior.

Como participar – a população em geral está convidada para participar da audiência pública. Não é necessário se inscrever antecipadamente. Foram convidados para deixar suas contribuições os pesquisadores de universidades, integrantes dos órgãos públicos, conselheiros municipais, entidades de classe, sindicatos e associações de moradores.

A ideia é elaborar coletivamente um Plano de Mobilidade abrangendo as preocupações e as necessidades dos mais diversos públicos. Por isso, a pesquisa realizada traz uma radiografia da população, segmentando-a de acordo com renda, idade, sexo e motivo do deslocamento. “Isso nos ajuda a estabelecer e criar políticas públicas que consigam resolver os problemas na área do transporte, de saúde e educação de toda a população”, finalizou a diretora do IPPUL.

Pesquisa – O último levantamento de dados, realizado em Londrina, contou com a participação de cerca de 40 mil pessoas. Entre elas, foram visitados 10 mil domicílios, dos quais retirou-se uma amostra de 5.150 residências. Nestas, todas as pessoas com mais de 10 anos responderam as perguntas dos pesquisadores.

Também participaram 6 mil pessoas que trafegavam na entrada e saída da cidade, por meio do trânsito de passagem e de carga; 1.500 usuários do transporte público e 600 ciclistas. Além deles, computaram-se os dados referentes às contagens volumétricas. A pesquisa foi realizada em parceria com as instituições de ensino superior de Londrina com a ajuda de especialistas da LOGIT.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios