Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O município se destaca entre os 100 maiores do país que oferecem um ambiente adequado à instalação de infraestrutura de redes de telecomunicaçõe

O município de Londrina (PR) está alterando a sua legislação para tornar a implantação de antenas para o 5G com mais facilidade. É o que afirma o diretor de Engenharia e Operações da Sercomtel, Tiago Caetano. Durante uma live na última sexta-feira (21), ele disse que a flexibilização é necessária, pois, “o 5G vai exigir de quatro a cinco vezes mais antenas que o 4G”.

Em 2019, Londrina ficou na posição 92 do ranking das Cidades Amigas da Internet, realizado pelo SindiTelebrasil. O município também se destaca entre os 100 maiores do país que oferecem um ambiente adequado à instalação de infraestrutura de redes de telecomunicações, ou seja, antenas e fibra óptica.

A Sercomtel, empresa de telecomunicações que atende Londrina e outras 15 cidades do estado está encabeçando um projeto que viabiliza 'superpostes' para a colocação das antenas para cobrir toda a área do perímetro urbano da cidade. 

Segundo Tiago Caetano, o objetivo é tornar Londrina uma cidade inteligente e estender essas aplicações para a área rural, inclusive a “cobertura de lavouras e de rebanhos para monitoramento em tempo real por meio de drones”.

Brasil 61

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios