Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Ações para celebrar a data, em maio de 2022, estão sendo planejadas desde já pela Prefeitura em parceria com a Associação de Intercâmbio

Ontem (10), o secretário municipal de Governo, Alex Canziani, se reuniu com o presidente da Associação de Intercâmbio Londrina-Nishinomiya, Luiz Hiroshi Omoto, e o vereador Eduardo Tominaga, na sede da Prefeitura, para planejar as comemorações pelo 45° aniversário da relação de irmandade entre Londrina e Nishinomiya, que será celebrado em 2022. A irmandade entre as duas cidades foi firmada em 11 de maio de 1977.

Canziani contou que, desde que assumiu a Secretaria Municipal de Governo, firmou o compromisso de promover um incremento maior nas relações de irmandades. “No próximo ano completaremos 45 anos da irmandade com Nishinomiya, que fica da província de Hyogo, no Japão. Como existe uma Lei Municipal criando a Semana da Irmandade Londrina-Nishinomiya, no mês de novembro, nos reunimos hoje para pensarmos em algumas ações de comemoração à data”, disse.

Segundo o secretário, a troca de experiências com cidades de outros países é extremamente importante. “Isso fortalece as relações nas áreas comercial, industrial, cultural e educacional e nós queremos dinamizar mais isso. Acho que podemos usar muito mais esse intercâmbio para trazer oportunidades para Londrina”, apontou.

O presidente da Associação de Intercâmbio Londrina-Nishinomiya, Luiz Omoto, lembrou que havia sido feita uma programação comemorativa bastante extensa, mas que precisou ser suspensa por contas da pandemia, a pedido do prefeito de Nishinomiya. “Contudo, como por parte do prefeito Marcelo Belinati há o objetivo de fazer o incremento deste intercâmbio, em novembro estaremos realizando algumas ações visando unir, ainda mais, os laços entre as cidades. Além da amizade e do trato que foi firmado há quase 45 anos, temos muitos ganhos, com esta irmandade, perante à sociedade, como na parte de convênios esportivos, culturais e comerciais”, afirmou.

O vereador Eduardo Tominaga lembrou que foram realizadas reuniões prévias para organizar as ações, mas devido à pandemia, que está mais agravada no Japão, as iniciativas de ações serão feitas por Londrina. “Como em Londrina estamos em um momento um pouco mais tranquilo em relação à pandemia, vamos retribuir as ações que Nishinomiya sempre fez”, disse.

A Semana da Irmandade Londrina-Nishinomiya foi instituída por meio da lei municipal nº 13.006 de 2 de janeiro de 2020, sendo Tominaga o autor do projeto de lei. Ele explicou que a intenção é aproveitar a data (4 a 10 de novembro) para propor algumas ações em Londrina. “O objetivo é dar visibilidade a esta irmandade e avançar, inclusive, com alguns intercâmbios importante entre as secretarias da Prefeitura de Londrina e de Nishinomiya”, enfatizou.

Dentre as ações planejadas na reunião de ontem (10), estão: cerimonial de abertura das ações na Câmara Municipal, no dia 4 de novembro; organização de exposição de desenhos a serem feitos por alunos da rede municipal de ensino, em parceria com Secretaria Municipal de Educação; e um evento com apresentações culturais e comidas típicas, a ser realizado na Praça Nishinomiya, caso haja condições sanitárias, devido ao novo coronavírus.

O planejamento também incluiu o convite a um representante da área de Gestão Pública e Inovação para participar do Fórum de Inovação na Gestão Pública, que será realizado em novembro, e estudar as possibilidades de formalização de parceria entre universidades de Londrina e de Nishinomiya-Hyogo. A Secretaria Municipal de Governo está responsável por coordenar as Relações Internacionais do Município, o que inclui as cidades-irmãs.

O diretor da Associação de Intercâmbio Londrina-Nishinomiya, Issamu Onozato e a administradora e servidora da Secretaria Municipal de Governo, Liz Dayane Paludetto Rodrigues, também participaram do encontro.

De acordo com a administradora e servidora da Secretaria Municipal de Governo, Liz Dayane Paludetto Rodrigues, o presidente da Associação de Intercâmbio Londrina-Nishinomiya, Luiz Omoto, ficou responsável por apresentar as sugestões aos representantes do Estado de Hyogo e agendar reunião para definir a participação deles. “Independente disso, Londrina seguirá com o planejamento das ações com apoio e colaboração da Associação”, reforçou.

Legislação

Em Londrina foi instituída a Lei Municipal nº 2.680, em 4 de novembro de 1976, que reconhece Londrina como irmã oficial de Nishinomiya. Já a Lei Municipal nº 13.006, de 2 de janeiro de 2020, incluiu a Semana da Irmandade Londrina-Nishinomiya, a ser comemorada anualmente de 4 a 10 de novembro, no calendário de Comemorações Oficiais do Município de Londrina.

O objetivo da Semana da Irmandade é incentivar a realização mútua de intercâmbio cultural, comercial, turístico, educacional e econômico entre as duas cidades e intensificar e aprofundar as relações de cooperação na busca do bem comum e da progressão econômica e social.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.