Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Com mais de 80% de índice de efetivação e mais de 1200 horas de capacitação, o programa espera aumento de inscrições de estudantes mulheres.

A  Otis  abriu 50 vagas de estágio técnico no Brasil para seu Programa Rota Escola, como parte de seu compromisso em ter uma força de trabalho treinada, enquanto apoia a aprendizagem permanente e o desenvolvimento profissional de seus funcionários.

Estão disponíveis oportunidades para estudantes com mais de 18 anos, dos cursos técnicos de elétrica, eletrônica, eletrotécnica, eletroeletrônica, mecatrônica, automação e mecânica. Os candidatos podem se inscrever para participar do processo seletivo a partir do dia 16 de outubro até o dia 16 de novembro, pelo site do CIEE no link https://portal.ciee.org.br/processos-seletivos-especiais/otis-out19/

Estão disponíveis 15 vagas para São Paulo, Ribeirão Preto, São José dos Campos, Grande ABC e Santos. Outras 18 serão distribuídas entre Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória e Niterói. As regiões Centro Oeste e Sul (Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, Londrina, Brasília e Goiânia) ficarão com 10 e as regiões Norte e Nordeste (Salvador, Recife, Fortaleza, João Pessoa, Natal e Manaus) com 7 no total. O objetivo é continuar com a contratação de mais mulheres, alinhada à visão da empresa em manter um ambiente diverso e inclusivo.

O programa visa treinar estes estagiários por dez meses com formação teórica e prática (mais de 1200 horas de capacitação) sobre o funcionamento dos elevadores e, em seguida, passarão por uma avaliação para serem contratados como técnicos da empresa, para trabalharem nos elevadores e escadas rolantes instalados nos clientes. Em 2019 o programa já atingiu mais de 80% de índice de efetivação destes jovens.

 “O Rota Escola é um importante marco na história da Otis. Nosso objetivo é treinar e desenvolver novos talentos baseados em nossos valores, como segurança, ética e diversidade - todos focados no atendimento aos nossos clientes. Nosso objetivo é aumentar a participação de estudantes mulheres neste programa, para que atuem futuramente como técnicas”, afirma Julio Bellinassi, presidente da Elevadores Otis para América Latina. “As mulheres têm um potencial incrível e não podemos deixar de considerar seu valor para nossa organização. Nós acreditamos em talento independente de identidade de gênero”.

Ascom/Otis

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios