Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Em comparação com o ano anterior, o Município de Londrina deu um salto de 78 posições, passando da posição 89ª para a 11ª

O Município de Londrina se classificou em 11º lugar no ranking de Cidades Amigas da Internet, promovido pela Inteligência em Comunicações (Teleco), a pedido do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel, Celular e Pessoal (Conexis) e da Associação Brasileira de Infraestrutura para Telecomunicações (Abrintel). O ranking completo pode ser acessado no site da Teleco (clique aqui para vê-lo).

comparação com o ano anterior, o Município de Londrina deu um salto de 78 posições, passando da posição 89ª para a 11ª. Em 2019, a situação era ainda mais distante, pois a cidade estava em 92º lugar dentre os 100 maiores municípios brasileiros, que mais estimulam a oferta de serviços de telecomunicações no Brasil. Esse fato fez de Londrina a cidade com o maior ganho de posições entre as analisadas.

Esse avanço de Londrina deve-se a vários fatores, como a instalação de processos mais ágeis de autorização para implantação de Estação Transmissora de Radiocomunicação (ETR) e de equipamentos que fazem a conexão entre os telefones celulares e a companhia telefônica, ou seja, com as Estação Rádio Base (ERB).

O secretário de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada, também citou a modernização, a desburocratização e o fim de restrições, prazos e processos onerosos que dificultam a efetividade dos sistemas de transmissão da internet  e a própria legislação, que já foi alterada. “Isso porque, todos esses pontos são analisados para a elaboração do ranking e nós estamos trabalhando para facilitar a instalação de mais antenas e para desburocratizar o processo de licenciamento de empresas que operam coma  internet.  A internet hoje é um instrumento democrático de cidadania e de participação, onde as pessoas ficam sabendo em tempo real de tudo que está acontecendo no mundo inteiro”, pontuou Canhada.

Dessa forma, também ajudou a melhorar a posição do Município, a regulamentação legal por meio da Lei Municipal nº 13.184/2020, que dispõe sobre normas urbanísticas específicas para a instalação de infraestrutura de suporte para equipamentos de telecomunicações autorizadas e homologados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e o respectivo licenciamento legal.

Segundo o secretário de Governo, Alex Canziani, a administração do prefeito Marcelo Belinati tem viabilizado vários aspectos, que ajudam na implementação de novas tecnologias, como foi o caso da inauguração da tecnologia de internet 5G. Londrina faz parte da série de projetos-piloto de conectividade, promovidos pelo Ministério das Comunicações, do Governo Federal, cuja intenção é mostrar à população as soluções em desenvolvimento e as iniciativas já disponíveis, impactadas positivamente pela qualidade da conexão 5G no campo. O lançamento dessa tecnologia aconteceu em 12 de agosto de 2021 (clique aqui para ler sobre o assunto).

Para ele, ter uma cidade conectada, onde as pessoas têm acesso à internet é fundamental e isso a atual administração tem feito ao longo do tempo. “Seja viabilizando projetos como o 5G, feito com a deputada federal, Luísa Canziani, que tornou Londrina a primeira cidade do sul do país a ter essa tecnologia; com a Rua Sergipe Inteligente e, obviamente, com a questão regulatória trazida pelos decretos e Lei Municipal. Tudo para que tenhamos uma cidade cada vez mais conectada, porque internet significa acesso ao estudo, à educação, aos negócios e à qualidade de vida”, afirmou o secretário de Governo.

As dez primeiras cidades do ranking são, respectivamente, Uberlândia (MG), São José dos Campos (SP), Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), Cascavel (PR), Feira de Santana (BA), Santo André (SP), Suzano (SP), Bauru (SP) e Fortaleza (CE). Para ajudar os municípios a melhorarem cada vez mais, a Anatel disponibiliza uma minuta, que ajuda as Prefeituras e Câmaras Municipais a reduzirem barreiras para a conectividade.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.