Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Objetivo é que os participantes apresentem soluções para os desafios do setor; evento ocorre de 13 a 15 deste mês

O município de Londrina vai promover o 1º Hackathon de Economia Criativa do Paraná, de 13 a 15 de setembro, às 18 horas, no Sebrae Londrina, na Avenida Santos Dumont, 1.335. O objetivo é que os participantes apresentem soluções para os desafios da Economia Criativa, que é o conjunto de negócios baseados no capital intelectual e cultural e na criatividade que gera valor econômico. O evento é um dos desdobramentos do Comitê Municipal de Economia Criativa (CMEC), instituído em março por meio do Decreto nº 361, assinado pelo prefeito Marcelo Belinati.

O Hackathon é uma maratona que reúne programadores, hackers, desenvolvedores e inventores para criar projetos que transformem informações em soluções digitais, acessíveis a todas as pessoas. A proposta do evento é desenvolver soluções práticas e aplicáveis, a partir do compartilhamento dos problemas da economia criativa com profissionais e estudantes de diferentes áreas, como desenvolvimento, engenharias, empreendedorismo, design, comunicação, cultura e artes, a fim de desenvolver as ideias que surgirem, com auxílio de ferramentas de computação, aplicativos e equipamentos tecnológicos.

A diretora de Turismo do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (CODEL), Maitê Uhlmann, destacou que o Hackathon é estratégico, porque proporciona o contato com os profissionais da área de Inovação e Tecnologia, gerando soluções para o setor de Economia Criativa como um todo. O evento é voltado para pessoas de qualquer profissão ou habilidade, que saibam utilizar tecnologias para transformar informações de interesse público no setor da Economia Criativa. As inscrições já se encerraram e o evento vai contar com 55 participantes e 40 mentores, divididos em 12 equipes.

Os três primeiros colocados no Hackathon serão premiados em dinheiro. O 1º lugar com R$ 5.000,00 + ingressos no ECOTIC 2019; 2º Lugar R$ 3.000,00 + ingressos no ECOTIC 2019; 3º Lugar R$ 2.000,00 + ingressos no ECOTIC 2019. As premiações gerais se estendem a todas as equipes, conforme grau de interesse dos empreendedores e maturidade das soluções, entre elas consultorias, mentorias, acesso a eventos e possibilidade de validação dos projetos nas instituições parceiras.

O Hackathon Economia Criativa 2019 é uma iniciativa do Arranjo Produtivo Local (APL) Audiovisual de Londrina, APL de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), CODEL, Sebrae-PR e Senai, alinhado com as estratégias do ECOTIC 2019, maior evento do setor de TIC no Paraná.

Sobre o CMEC

O Comitê Municipal de Economia Criativa objetiva estabelecer diretrizes para o desenvolvimento de atividades de Economia Criativa, mediante estudo cultural, econômico e social. A coordenação está a cargo da Secretaria Municipal de Cultura e do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (CODEL), em sistema de revezamento. Diversas instituições ligadas à área participaram do comitê.

O secretário municipal de Cultura, Caio Julio Cesaro, contou que desde a criação do Comitê, estão sendo realizados encontros periódicos. Segundo ele, a participação no Hackathon é mais uma atividade que compreende os esforços que o CMEC realiza, junto às instituições parceiras. “O Comitê está trabalhando com o objetivo de desenhar um escopo da Economia Criativa, que abarca um conjunto grande de segmentos e agora estamos desenhando qual é a vocação de Londrina, ou seja, quais são os principais segmentos, dentro da Economia Criativa, que o Município quer desenvolver trabalhos”, afirmou.

O secretário enfatizou, ainda, que a Economia Criativa tem sido olhada, por diversos países, estados e cidades, como um importante caminho de desenvolvimento econômico. “Ela valoriza o capital humano e, a partir disso, há a possibilidade de desenvolver oportunidades de emprego e renda qualificados”, mencionou.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios