Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná

Na pauta, estão reuniões sobre ações de Defesa Civil, visita e anúncios de recursos para obras em andamento, além da assinatura de ordens de serviço para empreendimentos de mobilidade e saneamento

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, terá agendas em Curitiba e em Londrina, no Paraná, nesta quinta-feira (10). Na pauta, estão reuniões sobre ações de Defesa Civil, visita e anúncios de recursos para obras em andamento, além da assinatura de ordens de serviço para empreendimentos de mobilidade e saneamento.

Acompanhado do secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas, o ministro participará de uma reunião, às 9h30, no Palácio Iguaçu, com o governador Ratinho Júnior e os coordenadores estaduais de Defesa Civil da Região Sul (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) para tratar de gestão de riscos e desastres.

Às 15 horas, Marinho assinará a ordem de serviço para início da obra de transposição em desnível na Avenida Leste-Oeste, em Londrina, na rotatória que liga a via com a Avenida Rio Branco. A construção contará com R$ 25,5 milhões em financiamentos por meio do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

O ministro também vai autorizar o início de três obras de saneamento no Paraná, que somam R$ 46,3 milhões em investimentos: 2ª e 3ª etapas da obra de controle de cheias na Baía do Rio Palmital (R$ 31,8 milhões); 3ª etapa da obra de drenagem urbana sustentável de Curitiba (R$ 12,9 milhões); e Lote 2 da obra de drenagem em Curitiba, na bacia do Rio Atuba (R$ 1,6 milhão).

Outras visitas

A agenda prevê, também em Londrina, uma visita ao empreendimento de mobilidade urbana Arco Leste, no Trecho 3, que fará a ligação entre as avenidas José Ventura Filho e Robert Koch, contornando o Aeroporto Governador José Richa. O investimento na obra completa, que possui cinco trechos e 14 quilômetros, é de R$ 15,5 milhões em financiamentos do FGTS.

O ministro também conhecerá o trabalho de duas empresas: uma de inovação construtiva – a fábrica Tecverde – e do Consórcio Público Intermunicipal de Inovação e Desenvolvimento (Cindepar), que possui uma usina para atender municípios do estado com serviços como pavimentação e melhorias de vias públicas.

Ascom/Ministério do Desenvolvimento Regional

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios