Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Ministério Público do Paraná requisitou à Secretaria Municipal de Saúde de Londrina, no Norte-Central do estado, a imediata realização de teste massivo para a detecção de contaminação por coronavírus nos idosos e colaboradores de todas as Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) do Município. A requisição foi feita pela 7ª Promotoria de Justiça da Comarca, com atribuição na Defesa dos Direitos do Consumidor e do Idoso, após a divulgação de que oito pessoas acolhidas nessas entidades morreram por causa da Covid-19 e outras 26 estão contaminadas.

Segundo informações recebidas pelo MPPR, até o momento, o Município promoveu a testagem para a doença em idosos de apenas três instituições. Em ofício encaminhado à Secretaria Municipal da Saúde, a Promotoria de Justiça destaca a importância de que todos os idosos sejam testados, independentemente de estarem em instituições conveniadas ou privadas.

Ao todo, há 589 idosos abrigados nas 21 ILPIs de Londrina. O Ministério Público instaurou processo administrativo para acompanhar o cumprimento da requisição pelo Município, bem como a situação da Covid-19 nas ILPIs de Londrina, e fixou prazo de dez dias para que todos os testes sejam realizados.

Asimp/MPPR

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios