Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Cerca de 8 mil pessoas foram beneficiadas com as melhorias da unidade; ao todo foram investidos mais de R$ 115 mil em obras

Ontem (29), o prefeito Marcelo Belinati e o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, foram até o Jardim do Sol, região oeste da cidade, para entregarem à população a reforma da Unidade Básica de Saúde Dr. Anísio Figueiredo. Ela é a primeira reforma a ser entregue dentre um pacote de 10 que já estão sendo melhoradas em Londrina.
O prefeito afirmou que a obra faz parte de um amplo projeto de reestruturação da saúde de Londrina. “Dessa série de 10 postos de saúde que estão sendo reformados, neste primeiro lote, esta é a primeira a ser entregue. Vamos fazer um série de melhorias como as reformas nos postos de saúde, no Pronto Atendimento Infantil, na Maternidade Municipal, na construção da sede do Samu, vamos fazer a troca de móveis, contratações de profissionais e de médicos, comprar computadores e fazermos o Cartão Saúde Cidadão para integrar a saúde e tudo isso no sentido de agragar e melhorar a saúde em Londrina”, contou.
A obra custou R$ 115.944,54 advindos de uma parceria com o governo do Estado e o Município. A construtora vencedora da licitação e responsável pelas obras foi a Construpais Construtora LTDA ME.  A UBS do Jardim do Sol recebeu melhorias em seus 498 metros quadrados, desde os pisos interno e externo, calçada e vias de acesso, até a reforma das salas de atendimento com pintura das paredes, revisão e recuperação das esquadrias metálicas, substituição de vidros, manutenção e troca das instalações hidráulicas necessárias, adequação dos rufos, calhas e telhado. Além disso, toda a parte de comunicação visual foi refeita e o abrigo de resíduos também passou pela reforma.
Segundo o secretário de Saúde, o trabalho só foi possível graças a articulação do prefeito na busca por recursos financeiros e ao esforço de toda a equipe que vem trabalhando para melhorar a saúde em Londrina. “Tudo o que foi necessário foi comprado e é novo. Equipamentos comprados com recursos que o prefeito conseguiu para a Atenção Básica de Saúde, assim como computadores novos, para que a gente possa implantar o Prontuário Eletrônico, facilitando e agilizando o atendimento e barateando o custo da assistência, para que possamos ter recursos para investir cada vez mais em saúde. Voltamos a ser exemplo, vanguarda em saúde, como é o novo objetivo”, explicou.
Desde o final de junho deste ano, os pacientes da UBS Jardim do Sol estavam sendo atendidos na UBS do Jardim Bandeirantes e na Igreja Nossa Senhora do Carmo devido as obras de melhorias. Agora, a partir de hoje (29), os moradores dos bairros Sangrila-B, Nossa Senhora da Paz e do Jardim do Sol, que somam cerca de 8 mil pessoas, puderam retomar o atendimento em sua unidade de origem.
Para as moradoras do Jardim do Sol e participantes do grupo de alongamento do Nasf, às segundas e quartas-feiras pela manhã, Maria Mendes Breve e Ivone T. Silva, a reforma deixou o ambiente mais bonito e agradável para todos. “A gente veio aqui ver e ficou muito bom, bem legal. A gente se sente melhor em um lugar mais bonito. Eu adorei!”, elogiou dona Maria.
Para a coordenadora da UBS, Fernanda Fabrin da Silva, essa foi a primeira vez em que a unidade passou por reformas. O prédio onde ela está instalada foi inaugurado em 25 de setembro de 2004, mas já funcionava no bairro desde 1994. “As paredes, a pintura e as rachaduras estavam feias, os armários que estavam todos mofados também foram trocados, assim como todo mobiliário de marcenária. Ficou um ambiente agradável, muito mais prazeroso para se trabalhar e na questão de vigilância sanitária também foi importante, porque é necessário se ter um ambiente limpo e organizado, fácil para manter a desinfecção”, disse a coordenadora.
Nela a população encontra atendimentos de acolhimento, de enfermagem, de acompanhamento da gestante e do bebê (pré-natal e puericultura), consulta médica, odontológica, de enfermagem, multiprofissional, dispensação de medicamentos básicos, exames preventivos, vacinas, inalação, curativos, além de grupos de educação em saúde, como de alongamento, tabagismo, dor crônica, nutrição e diabestes pelo Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). Além disso, há serviços de visita domiciliar. A unidade fica aberta de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.
Reestruturação - A reforma das unidades básicas de saúde, com a troca de equipamentos e mobiliários, faz parte do Programa de Reestruturação da Saúde Pública Municipal, que contempla também a reforma do Pronto Atendimento Infantil (PAI) e da Maternidade Municipal, além da construção da nova sede do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e do Centro Especializado de Reabilitação (CER), para atender pessoas com deficiência.
Após o início das obras nas 11 unidades de saúde que estão no primeiro lote de reformas, um segundo lote de 20 UBSs terá início a partir de 2019. Somente o governo do Paraná destinou aproximadamente R$ 11 milhões para recuperação das 54 UBSs de Londrina.
Até agora, estão passando por recuperação as unidades Vila Casoni, Jardim Alvorada, Conjunto Habitacional Carnascialli, Centro Social Urbano (CSU), do Conjunto Habitacional Ernani Moura Lima, do Conjunto João Paz, do Jardim Piza e do distrito de Lerroville. Em 2017, já foram entregues as reformas das UBSs do Jardim Panissa/Maracanã e do Parque das Indústrias. Este ano, também foram realizadas melhorias nas estruturas da UBS do Patrimônio Selva e Três Bocas.
Ana Paula Hedler e Dayane Albuquerque/NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios