Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Evento acontecerá em Curitiba e propõe a criação de um espaço para repensar as políticas de envelhecimento populacional

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal do Idoso (SMI), está apoiando o II Congresso Nacional de Envelhecimento Humano (II CNEH), que acontecerá em Curitiba, de 22 a 24 de novembro, no Campus da Indústria - Sistema Fiep. Além do apoio institucional, servidores da SMI e membros do Conselho Municipal dos Direitos do Idoso (CMDI) vão participar do evento. A ideia é capacitar estes representantes com dados atualizados e depois replicar estas informações para as equipes da SMI e CMDI.

A expectativa do congresso é receber 2 mil participantes durante os três dias. Este ano, a temática principal será "Temas e Tendências das Pesquisas em Envelhecimento Humano", visando discutir as políticas de envelhecimento populacional, valorização dos diferentes modelos de estilo de vida, as perspectivas educacionais e a promoção de saúde e prevenção de doenças.

O Congresso Nacional de Envelhecimento Humano propõe, em parceria com os participantes, professores, pesquisadores e grupos de pesquisa, a criação de um espaço para repensar as políticas de envelhecimento populacional, valorizando modelos diferenciados de estilo de vida, perspectivas educacionais, promoção de saúde e prevenção de doenças.

A presidente do Conselho Municipal dos Direitos do Idoso, Luciana Ferreira Alvarez, disse que o evento representa uma oportunidade para trocar experiências e discutir as políticas públicas de atenção ao idoso. “Em Londrina temos uma secretaria específica voltada a este público, onde temos diversos projetos e serviços sendo executados, por isso é importante a participação em eventos como este, que trará novos dados, pesquisas e informações sobre o tema, permitindo avaliarmos as políticas públicas de atenção ao idoso executadas no Município e, se necessário, adotarmos novas estratégias e ações, de maneira a garantir a qualidade no atendimento a esta população”, afirmou.

Na programação constam palestras e mesas-redondas, com temas como: IBGE – Dados demográficos do envelhecimento no Brasil; Acessibilidade e Mobilidade para Pessoa Idosa; Inovação em saúde; Novos Paradigmas de Desenvolvimento no Envelhecimento Humano; Inclusão digital e novas tecnologias para o idoso; Políticas públicas de atenção ao idoso: A judicialização dos direitos violados, dentre outros.

O evento é promovido pelo Centro Multidisciplinar de Estudos e Pesquisas (CEMEP), em parceria com o Centro de Inovação SESI em Longevidade e Produtividade, e conta com apoio institucional da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), entre outras instituições.

Dayane Albuquerque/NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios