Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Grupo de voluntários está pintando a unidade escolar durante os finais de semana; neste sábado (27), das 9h às 17h, serão finalizados os trabalhos

Com o intuito de levar mais alegria à escola e vontade de estudar aos alunos, o Projeto Cores do Bem está realizando uma revitalizando geral na Escola Municipal Maestro Roberto Pereira Panico, localizada na Avenida Máximo Péres García, 63, no Jardim Belo Horizonte, zona leste de Londrina.
Através de parcerias com a Associação de Pais e Mestres (APM), Conselho Escolar, com o arquiteto Renato Lincoln, a empresa Reinvent Arquitetura, grafiteiros de Londrina e com o curso de Engenharia Civil da Faculdade Pitágoras, a direção escolar e todo o corpo docente da unidade conseguiram unir forças para colocar em prática um projeto cheio de boas intenções e muito trablho.
Durante três sábados seguidos, mais de 100 pessoas ajudaram a transformar a sede da escola pública, pintando com novas cores as paredes e portas das salas de aula e redefinindo os espaços. Por meio do projeto arquitetônico doado, foi possível otimizar os ambientes do local, começando pela mudança na disposição do mobiliário da biblioteca, que deu mais amplitude e clareza ao cantinho da leitura e pesquisa.
Na sequência, foi possível melhorar a fachada, o hall de entrada, pintar a quadra esportiva, as portas das salas de ciências e de informática, as paredes internas, desenhar um ambiente mais alegre e cheio de brincadeiras no pátio cultural e, com a venda de pastéis, eles conseguiram montar um parquinho adequado à idade das crianças, além de remodelar a cozinha escolar.
Segundo a diretora da unidade escolar, Thatiane Verni Lopes de Araújo, agora a unidade está mais atrativa, com desenhos que chamam a atenção das crianças e ambientes que estimulam a tranquilidade e calma no momento do estudo. Ela contou que tudo isso foi feito com a parceria entre os arquitetos; empresas privadas, que doaram as tintas, rolos e pinceis; com a mão de obra dos pais, professores e colaboradores; com a ajuda daqueles que doaram seu tempo na preparação das refeições servidas aos voluntários, que trabalharam das 8h às 17h, nos dois últimos sábados deste mês, nos dias 13 e 20.
A intenção é que todos os trabalhos sejam finalizados neste sábado (27), visto que eles devem começar às 8h e finalizar por volta das 17h. Para isso, espera-se a colaboração de cerca de 30 a 50 pessoas. “A escola tem uma estrutura física boa, mas as cores não eram tão atraentes e o mobiliário nem sempre estava disposto da melhor forma. Isso pôde ser melhorado com o conhecimento dos profissionais de arquitetura que sabem qual é a melhor disposição deles e com toda a pintura, desenhos e grafitagem que foram feitos nas paredes e nas portas. Tudo está ficando bem melhor, bem bacana e as crianças estão muito empolgadas e contentes”, explicou a diretora.
Na próxima segunda-feira( 29), pela manhã, a diretora também pretende fazer um momento solene de agradecimento a todos que ajudaram a colocar em prática o Projeto Cores do Bem. Os alunos entregarão camisetas aos colaboradores com as caricaturas dos mesmos e haverá inauguração do parquinho infantil, onde ficava a antiga horta desativada.
Agora os 509 alunos do P5 ao 5º ano contam com uma nova horta, um parquinho infantil adequado, quadra esportiva com grafitagens de modalidades esportivas e mensagens de paz, respeito e alegria, portas das salas de aula temáticas, biblioteca remodelada, cozinha nova, pátio colorido e muita cor nova em todos os ambientes.
Ana Paula Hedler/NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios