Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Com investimentos de R$ 80 milhoes, empresa se instala em uma área uma área de 101,603 mil metros quadrados na região norte da cidade; previsão é de gerar 300 empregos até o primeiro semestre de 2020

O novo Centro de Distribuição (CD) da BRF, uma das maiores empresas de alimentos do mundo, detentora de marcas como Sadia, Perdigão e Qualy, iniciou as operações em Londrina, em uma área de 101,603 mil metros quadrados, cedida pela Prefeitura, localizada no prolongamento da Avenida Saul Elkind, na saída para Ibiporã, região norte da cidade.

Na sexta-feira (8), a companhia recebeu a visita do prefeito Marcelo Belinati, que esteve acompanhado do presidente do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), Bruno Ubiratan, e do diretor da Codel, Atacy de Melo Junior. Com investimentos na ordem de R$ 80 milhões, a empresa inicia as operações com 127 empregos contratados, com previsão de gerar 300 empregos novos na região, entre diretos e indiretos, até o junho de 2020.

Este é o 26º CD da companhia e foi dimensionado para atender as demandas do interior do Paraná, Mato Grosso do Sul e as regiões noroeste, centro-oeste do estado de São Paulo, até o ano de 2023, considerando área de ampliação para atendimento da demanda até 2028. O espaço terá capacidade para movimentar até 20 mil toneladas por mês.

Com o novo CD, que tem previsão de inauguração para o início de 2020, a BRF tem como objetivo melhorar a utilização de recursos naturais e gerar menor impacto ambiental. Contará com 100% de reaproveitamento da água e aquecimento solar, além de usar 90% menos amônia para a refrigeração. A empresa possui mais de 80 anos de história, 90 mil funcionários, e está presente em mais de 140 países.

O prefeito Marcelo Belinati disse que é uma grande alegria e uma vitória, para a cidade de Londrina, o início das operações da BRF no município. “São mais de R$ 80 milhões de reais de investimentos, muitos empregos gerados, uma potência que vai movimentar a economia, gerar empregos e renda para a cidade. Isso representa uma mudança de rumo para Londrina, pois em outros anos as empresas iam embora da cidade e, agora, isso mudou. As indústrias e empresas daqui estão permanecendo e as de fora estão vindo para cá. Seja bem-vinda a nossa cidade, BRF. É um grande orgulho para Londrina, receber esta empresa”, enfatizou.

O presidente da CODEL, Bruno Ubiratan, contou que, quando assumiu a presidência do Instituto, o prefeito deu a ele a missão de que a BRF instalasse o seu novo CD em Londrina. “Com isso, fizemos todos os esforços para que a empresa se instalasse aqui, pois sabemos da importância que isso tem para a economia da cidade. A Prefeitura e a Codel deram todo o apoio para que isso acontecesse, como na agilidade em alvarás, já que é uma empresa idônea, que cumpre todos os requisitos de lei, e agora isso está sendo concretizado”, apontou.

O diretor da Regional Sul da BRF, Rodrigo Velasques Amaral, disse que Londrina se encontra em uma localização estratégica para a empresa. Segundo ele, isso, aliado aos esforços e parceria da Prefeitura de Londrina, foi fundamental para que a empresa se instalasse no município. “A partir de Londrina, vamos conseguir atender todo o interior do Paraná e suprir os estados do Mato Grosso do Sul e interior de São Paulo. Esse CD é muito importante para a empresa, é o mais moderno da companhia, e estamos muito felizes de nos instalarmos em Londrina, definitivamente”, frisou.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios