Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Além da reforma estrutural, dos novos equipamentos e do acabamento projetado para agradar as crianças, o Pronto Atendimento Infantil traz maior segurança contra o contágio pela Covid-19.

O Pronto Atendimento Infantil (PAI) foi entregue ontem, 13, com atendimento funcionando plenamente.  A unidade de urgência e emergência pediátrica recebeu, ao longo dos últimos 14 meses, sua primeira e única reforma estrutural. Fundado em 27 de março de 1999, o PAI contabiliza, ao longo dessas duas décadas, 3.318.223 atendimentos exclusivos para crianças, que incluem consultas médicas, procedimentos de enfermagem, exames laboratoriais e de raio X. Por conta dos riscos trazidos pela pandemia do coronavírus, a segurança em Saúde do prédio foi repensada e toda equipe recebeu treinamento e novos equipamentos de proteção.

Para corrigir toda a infraestrutura do prédio, que fica localizado na Rua Benjamin Constant, 500, foram investidos R$ 3.723.107,08 (valor com aditivos) em recursos públicos. As intervenções tornaram o espaço moderno, confortável e mais seguro, benefícios que serão usufruídos pelos usuários e também pelos mais de 140 profissionais que atuam na unidade.

A unidade funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana, e atende não só crianças de Londrina, mas também de cidades próximas. Após a reestruturação, o PAI passa a contar com novos leitos de enfermaria, totalizando 18 leitos. Pacientes com quadros que demandam isolamento agora terão uma ala específica, com atendimento privativo e seguro, mais uma sala própria para suturas.

Novos equipamentos de última geração foram adquiridos para reequipar o PAI, como monitor multiparamétrico, desfibrilador e aparelho de eletrocardiograma. Os três leitos para pacientes em situação de urgência e emergência foram completamente equipados, aptos a oferecer o melhor atendimento em saúde para essas crianças.

O secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, enfatizou que a entrega do novo PAI representa um momento histórico para Londrina, uma vez que esta unidade, inaugurada em 1999, nunca havia recebido uma reforma ampla e significativa, até então. “Com recursos próprios, a Prefeitura reconstruiu, ampliou, modernizou e reestruturou essa unidade com novos equipamentos e mobiliários. Cada detalhe foi pensado e planejado com muito amor e carinho. Nossos profissionais de saúde terão condições muito mais adequadas para atender as crianças que, diariamente, são atendidas neste local e agora terão atenção mais que especial. E as famílias contam agora com um ambiente muito mais confortável e seguro”, destacou.

Machado contou que todo o projeto foi idealizado pensando nas crianças, visando oferecer um atendimento mais humanizado e que traga mais conforto a elas. Nesse sentido, foi reativado o lago que conta com peixinhos, cascata, e há área de jardim com parquinho para as crianças que estejam aguardando o atendimento ou estão internadas, além de uma brinquedoteca climatizada. “Todos os quartos têm TV a cabo, ar condicionado, e todos os consultórios e ambientes de atendimento contam com papel de parede infantil para que as crianças se sintam mais acolhidas e protegidas quando passam por um momento delicado ou de desconforto. Tudo isso colabora para um atendimento mais completo. Os quartos possuem uma poltrona confortável e reclinável para os pais e acompanhantes, que antes passavam as noites sentados em cadeiras de plástico. Os leitos contam com tablets para as crianças, com acesso a jogos educativos instalados, pensados pela Secretaria Municipal de Educação”, detalhou.

Sobre a estrutura física e interna do PAI, o secretário de Saúde ainda disse que houve adequações na área de recursos humanos antes da reforma do prédio, e a unidade conta hoje com um número de quatro a seis pediatras disponíveis para atender a população, conforme a demanda. “A unidade tem o que há de mais moderno em equipamentos, além de ter ampliado a capacidade de atendimento, com mais leitos, um novo gerador de energia, sala de urgência e emergência com novos equipamentos. Isso também dará mais eficiência no primeiro atendimento às crianças no processo de estabilização e transferência segura a um hospital de maior complexidade. São 18 leitos de internação e temos toda a retaguarda de profissionais de enfermagem e equipe médica para internar as crianças”, concluiu.

Relevância

Por sua vez, o secretário municipal de Obras e Pavimentação, João Verçosa, salientou a grandeza da reconstrução do PAI para a cidade. Ele ressaltou que a unidade foi totalmente reconstruída e repaginada, de ponta a ponta, em cada detalhe. “Área interna com inúmeras adequações e novos ambientes, toda climatizada, equipamentos novos, e tudo decorado de forma lúdica para receber bem as crianças, minimizando o momento difícil dos pacientes. O espaço antigo tinha uma área externa ociosa e relegada a segundo plano, sem um ambiente adequado e confortável para espera, e agora temos um espaço renovado e com atrativos para entreter e distrair as crianças. É uma obra muito importante para Londrina, e de grande alcance social, uma verdadeira conquista. O nível de qualidade alcançado pelo PAI hoje é de excelência, respeitando o dinheiro público aplicado para fornecer serviços e atendimentos de qualidade aos munícipes”, comentou.

A unidade

O PAI de Londrina foi o primeiro pronto atendimento exclusivamente pediátrico do Paraná e realiza, em média, cerca de 200 atendimentos diários, número que reduziu em quase 50% no decorrer da pandemia do novo coronavírus. Agora, o prédio reformado vai garantir a esses usuários um ambiente climatizado por aparelhos de ar condicionado. Em caso de quedas de energia, o funcionamento poderá seguir normalmente, graças ao novo gerador de 500 KVA.

Para aguardar as consultas, avaliações e exames, as crianças terão à disposição salas com brinquedos e decoração lúdica. O lago e a cascata do PAI, que ficam na área interna e eram uma atração à parte, foram revitalizados.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios