Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

População tem menos de uma semana para encerrar reformas ou construções nas sepulturas; cerca de 100 mil pessoas devem homenagear entes queridos, no feriado de Finados

A Administração dos Cemitérios e Serviços Funerários de Londrina (ACESF) lembra aos concessionários de jazigos, localizados nos cemitérios municipais urbanos e rurais, que os prazos para construções, reformas, pinturas e limpeza dos espaços encerram na próxima semana.

O cidadão que deseja construir ou reformar o túmulo do ente querido precisa realizar o serviço até, no máximo, terça-feira (27). Já quem quiser apenas pintar o espaço terá um dia a mais para finalizar as melhorias, até quarta-feira, 28 de outubro.

O gerente de Fiscalização e Manutenção de Cemitérios, Ademir Gervásio, explicou que os concessionários precisam ficar atentos, pois todos interessados em reformar, construir ou pintar a sepultura precisam, antes de começar as obras, retirar a guia de autorização para o trabalho. Ela é entregue de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, na Divisão de Cemitérios da ACESF, na Avenida Juscelino Kubitschek, 2.948.

Para retirar a guia é preciso informar o nome completo do pedreiro ou pintor que executará o serviço. Quem tiver alguma dúvida pode telefonar para 3372-7881 e 3372-7850, mandar um e-mail para acesf@londrina.pr.gov.br ou acessar o site da autarquia (clique aqui). Não é necessário agendar horário para o atendimento.

Limpeza

Para realizar apenas a limpeza dos jazigos, serviço mais rápido e simples, por contar apenas com o uso de água, sabão, balde e vassouras, o prazo é até quinta-feira, dia 29 de outubro. Além disso, quem não conseguir finalizar as obras dentro das datas estabelecidas, poderá retomá-las no dia 3 de novembro. Isso porque, de 28 de outubro a 2 de novembro elas ficam proibidas, em atenção ao artigo 338, do Código de Posturas do Município de Londrina.

Anualmente, em função do feriado de Finados, celebrado sempre no dia 2 de novembro, cerca de 100 mil pessoas visitam os 13 cemitérios municipais de Londrina. Esse ano, devido à pandemia gerada pelo novo Coronavírus, a expectativa é que o número de visitantes diminua, visto que muitos que prestam homenagens aos falecidos estão nos grupos de risco para a COVID-19.

Mudanças

A ACESF relembra também que os mutuários precisam prestar atenção a algumas mudanças trazidas com a pandemia. Seguindo as recomendações dos especialistas do Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública (COESP), todos os visitantes precisam obrigatoriamente usar máscaras de proteção facial para adentrarem aos cemitérios municipais; não devem levar crianças ou pessoas que estão nos grupos de risco para a COVID-19; poderão usar todas as entradas dos cemitérios e álcool em gel a 70%, para higienização das mãos.

Além disso, a diretora-técnica da ACESF, Elen Piccinin, ressalta que as homenagens devem ser rápidas, evitando uma possível aglomeração dentro dos cemitérios. “Pedimos também para que os visitantes confirmem a localização exata dos jazigos antes de irem aos cemitérios, acessando o site da ACESF, e que tentem dividir as visitas entre o final de semana e o feriado de segunda-feira. Sabemos que, no dia de Finados, a visitação será maior, por isso pedimos a compreensão e a ajuda de todos”, disse a diretora.

Esse ano não haverá pesquisa da sepultura, presencialmente, dentro dos cemitérios municipais. Para acessar essa informação, o mutuário pode entrar no site da ACESF e clicar no link Local de Sepultamento (clique aqui). Em todos eles, os servidores municipais vão fiscalizar o uso das máscaras e orientarão a população para o descarte correto das embalagens plásticas de flores, lembrando que as ornamentações artificiais continuam proibidas.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios