Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Anúncio, feito pela governadora do Paraná, Cida Borghetti,  inclui a construção de dois viadutos na BR-369, localizados nos trevos da Angelina Vezozzo, em Londrina, e do Bratislava, em Cambé

Na sexta-feira (29), o prefeito Marcelo Belinati participou, com a governadora do Paraná, Cida Borghetti, do anúncio de importantes obras para o desenvolvimento de Londrina e região. A governadora assinou a autorização para licitação da construção de dois viadutos na BR-369, que estarão localizados nos trevos da Angelina Vezozzo, em Londrina, e do Bratislava, em Cambé. O investimento total previsto, com recursos do Governo do Estado, via Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR), é de R$ 37,5 milhões.

A construção do viaduto sobre a Avenida Angelina Ricci Vezozzo, importante via de Londrina, tem investimento de aproximadamente R$ 20 milhões. Será feita uma travessia em desnível na BR 369 no Km 147 da avenida, entre os entroncamentos com as PRs 862 e 545. A extensão é de 378 metros. O projeto foi doado pela concessionária Econorte ao DER-PR, mas precisa de uma pequena complementação, que será feita nos próximos meses pelo DER-PR.

Já o viaduto sobre a BR-369 ligará a Avenida Brasil à Estrada do Bratislava. A interseção em desnível terá um quilômetro de extensão, do Km 162 mais 535 metros ao Km 163 mais 546 metros, conectando os acessos Leste e Oeste do município.  O projeto foi doado pela concessionária Econorte ao Governo do Estado. O investimento é de R$ 17,5 milhões.

Durante a solenidade, a governadora citou também que as obras de duplicação da PR 445, trecho entre Londrina e Irerê, já estão em andamento. E para Cambé, também foi assinada a autorização para liberação de R$ 1,9 milhão em recursos da Secretaria de Infraestrutura e Logística (SEIL), para pavimentação asfáltica de um trecho de 1,4 km na Avenida Rômulo Bonalume, localizada no Parque Industrial da cidade.

O evento aconteceu na Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil), com a presença dos integrantes da Comissão de Desenvolvimento e Infraestrutura da região de Londrina, que trabalha para acelerar o andamento de projetos considerados fundamentais para a expansão econômica do município. As obras anunciadas na solenidade foram reivindicadas por esta Comissão, que tem integrantes da sociedade civil organizada e poder público, incluindo da Prefeitura de Londrina.

Em seu pronunciamento, a governadora ressaltou que o anúncio das obras representa uma grande conquista para a região, principalmente paras as cidades de Londrina e Cambé. “São obras que vão possibilitar o desenvolvimento e o progresso. A infraestrutura e logística são fundamentais para o desenvolvimento e atração de investimentos e possibilitará uma cadeia importante de empregos e renda à população que vive nesta região”, salientou.

O prefeito afirmou que hoje é um dia histórico para Londrina, pois as obras serão fundamentais para o desenvolvimento do Município. “Esta conquista faz parte de todo um planejamento da cidade e é resultado da união de esforços entre o poder público, incluindo representantes da Prefeitura, deputados, vereadores e entidades da sociedade civil organizada, com o governo do Estado. Isso demonstra que com planejamento podemos criar uma nova condição estruturante para a cidade, para que ela possa se desenvolver”, disse.

Também estiveram presentes no evento, os deputados Thiago Amaral, Luiz Carlos Hauly e Alex Canziani; o secretário de Infraestrutura e Logística do governo do Paraná, Abelardo Lupion; o prefeito de Cambé, Zé do Carmo; o presidente do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), Bruno Ubiratan; o assessor de Mercado da Fomento Paraná, Luiz Renato Hauly; o superintendente do Grupo Folha de Comunicação, José Nicolás Mejía; o presidente da Acil, Claudio Tedeschi,  além de representantes da sociedade civil organizada e vereadores.

Dayane Albuquerque/NC/PML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios