Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Com investimentos de cerca de R$ 200 mil em recursos próprios, iniciativa reduz tempo de espera e leva saúde para centenas de pacientes

Na última segunda-feira (3), o prefeito Marcelo Belinati e o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, estiveram no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), na região central, para acompanhar o início da segunda etapa do mutirão de próteses dentárias. Na ocasião, também houve a entrega simbólica de mais de 250 equipamentos e materiais odontológicos, para uso das equipes de Odontologia da rede municipal de saúde.

Desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o mutirão de próteses dentárias está convocando pacientes que estão em fila de espera, para fornecer cerca de 300 próteses totais, compostas pela arcada superior e inferior.

Com esta iniciativa, além de reduzir o tempo de espera atual para obter a prótese dentária, o Município tem o objetivo de proporcionar mais qualidade de vida aos pacientes. Sem a dentição completa, a pessoa sofre com uma mastigação ineficiente, tem baixa autoestima, além de enfrentar dificuldades nas relações sociais e profissionais.

O secretário municipal de Saúde frisou que a expectativa para a segunda fase é produzir 300 próteses totais, que serão utilizadas por 150 pacientes da rede municipal. “Estamos dando continuidade a essa importante ação do prefeito Marcelo Belinati. Pelo mutirão de próteses dentárias, nós pudemos atender centenas de pacientes, trazendo novamente a autoestima, qualidade de vida e proporcionando uma vida saudável a essas pessoas. Ontem, lançamos a segunda etapa do mutirão, visando a continuação desses atendimentos com custeio exclusivo da Prefeitura de Londrina. Na oportunidade, o prefeito Marcelo Belinati também fez uma entrega simbólica, para a equipe de odontologia, de mais de 250 equipamentos que vão reforçar toda a rede de atendimento em saúde bucal do Município”, detalhou.

Na primeira fase do mutirão de próteses dentárias, dentre os 180 pacientes agendados e convocados, 138 fizeram o tratamento completo, que abrange consultas e retornos realizados no CEO. Estes pacientes receberam, do Município, 276 próteses totais para substituir os dentes faltantes.

E, acompanhando o lançamento da segunda fase do mutirão, a Prefeitura vai iniciar a distribuição dos equipamentos recém-adquiridos para as clínicas odontológicas das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e o CEO. Os novos instrumentos incluem mais de 200 micromotores e canetas de alta rotação, 51 fotopolimerizadores e um amalgamador.

Atendimento

Para obter ou substituir sua prótese dentária, o paciente deve procurar a UBS mais próxima de sua residência, onde deve ser avaliado pelo dentista. Caso não seja preciso realizar nenhum procedimento prévio, como cirurgias ou extrações, ele é inserido na lista de espera da rede municipal.

Ao serem convocados, estes pacientes retiram a guia na UBS, documento que informa o dia e horário da consulta no Centro de Especialidades Odontológicas. O tratamento para confecção das próteses inclui avaliações, moldes e testes, e é necessário que o usuário compareça em todos os retornos para obter suas próteses.

O mutirão de próteses dentárias da Prefeitura de Londrina deverá beneficiar mais de mil pessoas que estão aguardando pelos procedimentos. Para garantir o atendimento a todos os pacientes convocados pelo mutirão, o CEO está funcionando em horário diferenciado, às segundas, quartas e sextas-feiras, das 18 às 22 horas. Além desse período, o CEO funciona também em horário regular, de segunda a sexta-feira, das 7 às 19 horas.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios