Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Nesta quarta-feira (16) iniciará a 2ª Semana Municipal da Alimentação, com diversas atividades, inclusive Feira do Produtor no Centro Cívico

Tendo em vista que a alimentação equilibrada, rica em frutas, verduras, legumes e proteínas de baixa caloria são essenciais para uma vida saudável, a Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (SMAA), dará inicia a 2ª Semana Municipal da Alimentação.

A abertura oficial acontecerá no Dia Mundial da Alimentação, celebrado nesta quarta-feira (16), a partir das 8h30, em frente à entrada principal da sede administrativa da Prefeitura, que fica na Avenida Duque de Caxias, 635, Centro Cívico. Ela contará com a Feira do Produtor da Agricultura Familiar, que estará montada no Centro Cívico.

Haverá também a participação de stands do Programa Compra Londrina, da Secretaria Municipal de Gestão Pública, do movimento AGRIFAM para aumentar a atividade econômica entre quem produz e quem faz e orientar os produtores da agricultura familiar. Também será realizada a 1ª Mostra de Hortas Escolares no saguão de entrada da Prefeitura.

Os produtores da agricultura familiar poderão expor barracas com hortifrutis, pastéis, produtos orgânicos, alimentos “in natura”, agroecológicos e de agroindústria, entre legumes, vegetais, ervas e especiarias, bebidas lácteas, queijos e outros. Os interessados poderão conferir todos os produtos até a quarta-feira da semana seguinte, ou seja dia 23 de outubro.

O objetivo é realizar uma série de ações em prol da conscientização pela alimentação saudável e estimular o consumo de alimentos direto do produtor rural. Para isso, na quinta-feira (17), às 9 horas, acontecerá a palestra “Produção de Orgânicos: seus benefícios para o produtor”, com o agrônomo, mestre em Entomologia, doutor em Ciências Biológicas, e professor da Universidade Estadual de Londrina, Maurício Ursi Venture. A iniciativa acontecerá na sede da Cooperativa Agricultura Familiar Integrada (COAFAS), que fica na Rua Caraíbas, 452. Os profissionais do Programa Compra Londrina também vão orientar os produtores da agricultura familiar na quinta-feira (17), na própria sede da COAFAS.

Na sexta-feira (18), às 14 horas, será realizada a palestra “Biodiversidade na mesa: Uso das PANC’S”. A ministrante será a nutricionista, mestre em Ciências da Educação, especialista em nutrição e metabolismo na prática clínica e em nutrição funcional, Kelly Franco de Lima. Ela estará na sala da Escola de Governo, que fica no prédio administrativo da Prefeitura para conversar com os professores da Secretaria Municipal de Educação, que desenvolvem projetos com hortas escolares.

As 15 horas, será realizada uma visita na Escola Municipal Maria Carmelita Vilela Magalhães, na Rua Maurício de Nassau, 329, no Jardim Mazzei, para os interessados conhecerem as práticas desenvolvidas na unidade escolar. Também haverá explicação sobre o minhocário com o engenheiro agrônomo da Prefeitura, Paulo Roberto Guilherme.

Programação

No sábado (19), a população poderá aproveitar a Feira Orgânica Pública de Londrina no Zerão, onde também estarão os gestores do Compra Londrina. Estes vão repassar orientações aos interessados e esclarecer dúvidas sobre a agricultura familiar.

Das 10h às 14h, terá a FEIRATEC, com a mostra de trabalhos, divulgação de cursos técnicos, degustação, atividades físicas, Feira de Agricultura Familiar, corte de cabelo, doação de sangue e sorteio de brindes. Na sede do Colégio Polivalente, que fica na Rua Figueira, 411, no Jardim Santa Rita. Os alunos do Colégio Polivalente também farão um evento cultural de orientação sobre a alimentação saudável durante o período matutino.

No domingo (20), a partir das 9 horas, terá homenagem ao produtor rural na Feira do Produtor, que será realizada na Rua Benjamin Constant, em frente ao Museu Histórico Padre Carlos Weiss, no centro de Londrina. Às 10h30, haverá homenagem ao produtor rural na Feira do Produtor que estará acontecendo na Avenida Saul Elkind, zona norte de Londrina. Os gestores do Compra Londrina também estarão presentes no local.

Na segunda-feira (21), das 8h às 10h, o painel “Multifaces da Nutrição nas políticas Públicas de SAN” estará montado na sede do SESC do Centro, que fica na Rua Fernando de Noronha, 264. O público-alvo são os estudantes de nutrição das faculdades de Londrina e os alunos do Colégio Polivalente.

Na terça-feira (22), às 9 horas, o engenheiro agrônomo do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATER), Paulo Mirtvi, conversará com o público da Cooperativa COAFAS sobre o Mau Uso do Agrotóxico. A ação será desenvolvida na sede da cooperativa.

Às 10 horas, terá a palestra “Câncer relacionado ao Trabalho, no Município de Londrina”, com a enfermeira e doutora em Saúde Pública, Renata Cristina Silva Baldo, e com a fisioterapeuta e mestre em Análise de Comportamento, Claudete Stabili Ribeiro Romaniszen. Os gestores do Compra Londrina continuarão com seus trabalhos de orientação.

Às 14h, será realizada a “Oficina de Reaproveitamento de Alimentos”, com a economista doméstica, Maria Inez Passini Lima. A ação será no Centro De Convivência Da Pessoa Idosa da Região Leste, que fica na Rua Gabriel Matokanovic, 260, no Jardim da Luz.

Encerrando a semana municipal, na quarta-feira (23), às 16 horas, a economista doméstica, Maria Inez Passini Lima, ministrará a mesma oficina acima para os alunos e profissionais da Escola Municipal Nina Gardemann, localizada na Rua Dragen Feld, 73 no Jardim Tókio. Além disso, a equipe do Restaurante Popular distribuirá folders com orientações nutricionais sobre obesidade, diabetes, hipertensão, dieta Detox e a importância da atividade físicas, para idosos, durante toda a semana. A semana é uma parceria entre diversas secretarias municipais, COAFAS, UEL, CONSEA, SESC, EMATER.

Dia Mundial da Alimentação – é celebrado anualmente em 16 de outubro com o objetivo de levantar a reflexão sobre a alimentação e a fome no planeta. O dia foi escolhido pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) em 1945, a fim de cobrar esforços internacionais para erradicação da fome, e reconhecer as iniciativas que têm dado certo. Estima-se que três quartos da população em situação de extrema pobreza baseiam sua subsistência na agricultura e outras atividades rurais. Por isso, a Prefeitura de Londrina busca fortalecer as organizações de agricultores familiares, por meio de suas cooperativas e associações, além de articulações com todas as entidades envolvidas.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios