Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Com investimentos de mais de R$120 mil, os cursos abrangem diferentes áreas de atuação profissional e devem ser disponibilizados ainda neste semestre

Na quinta-feira (12), os secretários municipais do Trabalho, Emprego e Renda, Gustavo Santos, e de Políticas Para as Mulheres, Liange Fernandes, se reuniram com o diretor regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Rodrigo Rosalem, e sua equipe para conversar sobre o pacote de qualificação contratado pela Prefeitura de Londrina junto ao Senac.

A Prefeitura investiu mais de R$ 120 mil na contratação de um pacote de cursos para diferentes áreas. O processo está em fase final de contratação e será executado no segundo semestre de 2021. O pacote contemplará qualificações nos setores de estética, gastronomia e serviços. E parte desses cursos será voltada para o público da rede de atendimento da Secretaria Municipal de Políticas Para Mulheres.

O secretário municipal do Trabalho, Emprego e Renda, Gustavo Santos, destacou a importância da ação. “Ficamos imensamente honrados em anunciar que essa é a primeira contratação da história da SMTER junto ao Senac. Sempre fomos parceiros e já executamos diversas ações do programa de gratuidade, mas este será um investimento histórico e que vai levar qualificação para centenas de londrinenses em um momento essencial de retomada da economia”, pontuou.

Santos lembrou da participação das diferentes secretarias municipais nessa conquista, em especial da pasta de Planejamento, Orçamento e Tecnologia. ”Tivemos um apoio muito grande do secretário municipal Marcelo Canhada, que prontamente nos atendeu quando fomos buscar uma suplementação orçamentária que nos permitisse fazer esse investimento na qualificação. A secretária de Política para as Mulheres, Liange Fernandes, também somou forças a esse projeto, que vai viabilizar uma ferramenta de independência financeira para muitas mulheres. O resultado é esse programa, que transformará muitas vidas”, garantiu.

A secretária municipal de Políticas Para as Mulheres, Liange Fernandes, reforçou a capacidade de transformação de vida que esses cursos representam. “Hoje, uma mulher que é vítima de violência precisa receber todo o amparo assistencial e psicológico, mas precisa também de um instrumento de geração de renda. Com essas oportunidades, vamos resgatar a dignidade e devolver as rédeas de sua vida para muitas mulheres”, comemorou.

Para o diretor regional do Senac, Rodrigo Rosalem, o poder público precisa ser ponte entre a instituição de qualificação e a população. “Nós temos um ensino público de muita qualidade. Apresentar a qualificação profissional a esse jovem, que se forma com um ensino básico muito qualificado e com capacidade para desenvolver todo seu potencial, é determinante para entregarmos uma mão de obra qualificada para o mercado. Fazer com que as oportunidades cheguem a quem precisa e ter um investimento do poder público na formação é fundamental”, elogiou.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.