Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Por meio da cooperação e trabalho em conjunto, secretarias e órgãos municipais querem ampliar as opções e a abrangência dessas ações

Para que as ações e projetos sociais executados pela Prefeitura de Londrina cheguem a um número maior de pessoas, um novo programa municipal está em desenvolvimento. A iniciativa está sendo elaborada por um grupo de trabalho, que envolve várias secretarias e órgãos municipais, para que todos atuem de forma integrada, em benefício da população londrinense.

E com esse objetivo, reuniram-se ontem (25), os secretários municipais de Planejamento, Marcelo Canhada; Assistência Social, Jacqueline Marçal Micali; Cultura, Bernardo Pellegrini; Idoso, Andrea Ramondini Danelon; Educação, Maria Tereza Paschoal de Moraes; e de Políticas para as Mulheres, Liange Doy Fernandes. Participaram também o procurador-geral do Município, João Luiz Esteves; o presidente da Fundação de Esportes, Marcelo Oguido; e a gestora de Igualdade Racial, Maria de Fátima Beraldo.

O secretário de Planejamento, Marcelo Canhada, frisou que a integração dos projetos sociais em andamento pela Prefeitura é uma determinação do prefeito Marcelo Belinati, para que a administração priorize as pessoas no cumprimento do seu trabalho pelos próximos quatro anos. “Nosso objetivo é envolver o maior número de pessoas, para termos uma cidade mais humanizada, mais fraterna. Queremos usar nossos recursos humanos para atender as pessoas, interligando em um único programa todos os projetos existentes e os novos. Isso vai permitir que a gente amplie as opções e a população assistida”, detalhou.

O programa, que está em fase de elaboração, terá recursos do orçamento municipal para viabilizar sua execução. Além disso, festivais e projetos patrocinados pela Prefeitura poderão, como contrapartida, atuar pelo novo programa.

A secretária municipal de Assistência Social, Jaqueline Micale, afirmou que a iniciativa atende a um anseio da pasta, que é a integração de todas as políticas sociais. “As políticas sociais são todas as ações que atendem a população, como, por exemplo, o transporte. Estamos falando em levar aos bolsões de pobreza um trabalho integrado, para enfrentar o pós-pandemia. Vamos juntar forças, reunir ações já realizadas, e até mesmo criar novos projetos e atividades”, citou.

Na reunião, o secretário de Cultura, Bernardo Pellegrini, propôs a utilização de oficineiros formados em diversas linguagens artísticas, como teatro, circo e dança, para realizarem atividades de formação em toda a rede municipal. “Vamos utilizar esse conhecimento acumulado, aproveitar o que fazíamos em pequena escala, e que agora temos a oportunidade de fazer em toda cidade, com todas as secretarias e órgãos municipais envolvidos. Isso poderá resultar em um projeto de geração de renda para a juventude, idosos ou mulheres. Também planejamos ocupar a cidade, de forma que as oficinas gerem grupos que circulem nos bairros. O horizonte é largo, e as possibilidades são muitas”, comentou.

Pellegrini completou citando que a gestão do projeto se dará de forma interdisciplinar, com cooperação e um trabalho transversal. “No passado, tivemos muita dificuldade de atuar com uma visão sistêmica, de trabalho em grupo. Esse é o grande sonho de todos os gestores, artistas, e que agora está prestes a ser realizado nos próximos quatro anos. Vamos trabalhar muito, e quem vai ganhar é a cidade, ainda mais a população vulnerável, que está passando por um momento muito duro, de sofrimento. o índice de pessoas vivendo com baixa ou nenhuma renda é gigantesco, e para reverter essa situação temos à disposição todos os meios da cidade. Por isso, assumimos a responsabilidade, firmamos o compromisso e montamos um grupo de trabalho”, finalizou.

Uma nova reunião foi agendada para a próxima segunda-feira (1°). A expectativa para o próximo encontro é apresentar um termo de cooperação ou convênio agregando as pastas envolvidas, como preconiza a legislação.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios