Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Com obras em fase final de conclusão, serão inauguradas a Escola Municipal Roberto Alves Lima Junior e a creche Nagib Abudi Filho, na região leste; também será entregue a nova sede da Secretaria de Educação; e avança a reforma da Maternidade Municipal

Os trabalhos e iniciativas da Prefeitura em prol do setor educacional não param em Londrina. Nos próximos dias, três obras importantes serão oficialmente entregues para aprimorar a qualidade do atendimento à população e também a gestão administrativa voltada a essa área. Os secretários municipais de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada, e de Educação, Maria Tereza Paschoal, visitaram ontem (21) as duas novas unidades escolares municipais construídas na região leste, na abrangência do bairro Acquaville. Eles também estiveram nas obras da nova sede da Secretaria Municipal de Educação (SME), que estão 90% concluídas (mais detalhes abaixo).

Na região leste, o Centro de Educação Infantil (CEI) Nagib Abudi Filho e a Escola Municipal Roberto Alves Lima Junior estão na fase final das obras e já estão em funcionamento, recebendo os alunos. Juntos, os dois espaços terão capacidade para atender mais de 1.000 alunos, desde o berçário até o 5º ano do ensino fundamental. Com as construções prontas, essas unidade estão previstas para serem inaugurada pelo prefeito Marcelo Belinati entre o final de setembro e início de outubro, em datas a serem definidas.

A Escola Municipal Roberto Alves Lima Junior está atendendo, em um primeiro momento, cerca de 225 crianças de P4 ao 5º ano. A escola fica localizada na Rua Akeo Hasuda, 235, e conta com ampla e moderna estrutura para receber com conforto, segurança e qualidade os alunos, professores, equipes gestoras e funcionários. A escola tem cerca de 3.500 m² de área total construída, em um terreno de 10.714 m², e conta com dois blocos integrando 18 salas de aula, no total. Há salas administrativas, área de serviço, banheiros, refeitório e cozinha, quadra poliesportiva, entre outros ambientes, com toda a acessibilidade necessária.

Por sua vez, a creche Nagib Abudi Filho atenderá mais de 200 crianças, inicialmente. Cerca de 50 alunos já estão sendo atendidos na unidade que fica localizada na avenida Azilé Miguel Abujamra, 170. O espaço é destinado a turmas de zero a três anos de idade – CB (berçário), C1, C2 e C3. Sua área total é de 1.520,21 m², com 10 salas de aula, berçário, lactário, fraldário e salas de multiuso. Há banheiros adaptados para crianças e pessoas com deficiência, bem como ambientes para as atividades de professores e funcionários, áreas administrativas, cozinha, refeitório e outros locais.

De acordo com a secretária de Educação, Maria Tereza Paschoal, com o início das atividades nas duas novas escolas, a expectativa é das melhores para a sequência do ano letivo. “Essa parte da região leste é uma área que vem crescendo bastante e muitos bairros próximos necessitavam de unidades para seus filhos estudarem. São espaços totalmente novos e modernos, oferecendo tudo de melhor que as crianças e famílias merecem. Mais de R$ 11 milhões foram investidos para essas construções. Uma creche para crianças de 0 a 3 anos, com capacidade de atender 216 alunos, e a escola municipal que poderá chegar até 970 crianças do Fundamental”, comentou.

Para o secretário de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada, as obras são de excelente qualidade e representam motivo de orgulho para a região leste e a área da educação. “São duas unidades modernas e bonitas, de primeiro mundo, com todas as condições para a prestação de um grande trabalho pelos nossos educadores e funcionários. As escolas ficam na região onde foram criadas partes integradas do projeto viário e de mobilidade urbana Arco Leste, onde os moradores vem experimentando um crescimento expressivo nos últimos anos. As crianças terão escolas confortáveis e acessíveis para terem um bom aprendizado, sendo que, antes, muitas delas precisavam se deslocar até outras áreas da cidade”, afirmou.

Canhada ainda ressaltou que a Escola Municipal Roberto Alves Lima Junior presta homenagem a seu ex-colega, secretário municipal e presidente do IPPUL, conhecido como Robertinho. “Infelizmente, ele nos deixou ainda muito jovem. Mas teve uma linda história de vida, marcada pela superação, ajuda ao próximo e humanidade, sendo uma pessoa muito querida por todos. O prefeito Marcelo não poderia ter escolhido uma obra mais bonita e apropriada para fazer esse tributo a ele”, disse.

Os dois novos prédios escolares da educação municipal foram construídos por meio de contrapartida financeira de uma construtora que realizou alguns empreendimentos na área do bairro Acquaville. “Essa empresa fez várias construções privadas na região e precisava cumprir seu compromisso de realizar sua contrapartida, trazendo retorno à cidade. Eles fizeram sua parte, a Prefeitura fiscalizou a construção e esta é mais uma obra importante que Londrina ganha”, concluiu.

Nova sede da Educação

A Prefeitura projeta que a Secretaria Municipal de Educação (SME) deve estar de casa nova, em funcionamento, até meados de outubro. A previsão é que as obras de reforma e ampliação do espaço do antigo Mercado Municipal Quebec, que passa a abrigar a nova sede da Educação, sejam concluídas nas próximas semanas, permitindo a inauguração do local. Com a parte da estrutura do prédio totalmente pronta, os serviços estão com cerca de 90% de execução.

A nova sede deve receber mais de 150 profissionais dos setores de assessoria financeira, administrativa e pedagógica, além dos representantes dos Conselhos Municipais de Educação; de Alimentação Escolar e o do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A sede ganhará o nome de Marcelo Urbaneja, ex-presidente do Sindiserv, que faleceu recentemente vítima de complicações da Covid-19.

A secretária de Educação, Maria Tereza Paschoal, salientou a relevância da construção para o Município. “A Educação teve sua secretaria por muito tempo dentro da Prefeitura, mas foi crescendo bastante com o tempo, principalmente na década de 90, com a municipalização das matrículas do ensino fundamental dos anos iniciais. Hoje temos mais de 46 mil alunos na rede municipal e não tínhamos um prédio próprio, a sede sempre ficava em prédios alugados, temporários ou sem as condições adequadas para suportar as demandas. Por isso, é uma conquista enorme para nós, já que o custo operacional da educação é alto e essa administração acontece com cerca de 200 servidores. Nossa casa, com estrutura moderna, era algo muito sonhado e aguardado”, frisou.

Na etapa final de obras, as atividades concentram-se em acabamentos diversos, intervenções complementares e limpeza. As ações abrangem retoques em pintura na parte interna do prédio, sendo que externamente este trabalho já foi finalizado. Há a instalação de louças sanitárias nos banheiros, acabamentos elétricos e conclusão da aplicação de piso fulget de concreto na área da calçada externa de entrada da sede. Também ocorrem adequações nas áreas de estacionamento, sendo uma com vagas internas para os servidores e frotas da Educação, e outra destinada ao público em geral. Está sendo finalizada, ainda, a instalação de vidro na fachada principal.

O investimento total da Prefeitura é de cerca de R$ 3,5 milhões para a revitalização do local que receberá a nova sede da SME. Foi possibilitada a construção de quase 800 m² em área nova, fazendo com que o prédio antes existente passasse de 646,9 m² para 1.439,44 m² em área total construída. O prédio ganhou um mezanino no piso superior, além de salas administrativas, de assessoria e ouvidoria, gabinete, cozinha, dois novos sanitários, copa, áreas de atendimento, almoxarifado, depósito, estacionamento para funcionários e outros espaços. A reforma abarca a melhoria de todo o sistema elétrico, hidráulico e estrutural existente, troca do telhado, novo piso, readequações de ambientes, escadas de acesso e componentes de acessibilidade. A responsável é a Tekenge Engenharia e Construção Ltda.

Maternidade Municipal

Com cerca de 80% dos serviços finalizados, a revitalização da Maternidade Municipal Lucilla Balallai continua e avança para os últimos trabalhos. O bloco que irá abrigar os atendimentos de pré-parto teve sua reforma concluída e passará a funcionar nos próximos dias. O local está sendo organizado e receberá novo mobiliário para iniciar as operações, em ala que passou por reconstrução e readequação da estrutura de alvenaria, cobertura, paredes e pisos, substituição de janelas e portas, instalações hidráulicas e elétricas, entre outras intervenções.

Em novembro de 2020, a Prefeitura entregou a construção de uma nova ala que foi criada para abrigar o Centro Cirúrgico, antes alocado nesta ala da Maternidade. Assim, essa parte ganhou mais espaço para o serviços de pré-parto, já que quase 1.000 m² foi ampliado na área do prédio original da Maternidade Municipal, que agora é de 3.335,14 m², possibilitando a criação de novos espaços para atendimento às gestantes, bem como a readequação daqueles já existentes.

Visitando o local, o secretário de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada, lembrou que a Maternidade Municipal não parou de funcionar durante as obras em nenhum momento, sendo que houve a readaptação de ambientes para que isto fosse possível. “A execução não descontinuou nenhum serviço, as mães continuaram sendo atendidas com qualidade no decorrer das reformas. A maternidade quase dobrou de tamanho e estamos muito felizes com os resultados até aqui. A obra tem grande importância social e humanitária, oferecendo às famílias de Londrina e região as melhores condições para atender as mães e crianças com toda assistência médica, estrutura e conforto. São quase 6 milhões em investimentos e a obra logo estará pronta”, informou.

A última parte da obra será a recuperação do bloco que terá atendimentos de pós-parto. Este espaço terá a readequação de ambientes para otimizar os serviços prestados às gestantes, e os serviços incluem substituição de piso, reforma em banheiros e outros trabalhos.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.