Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Ações iniciarão hoje (15) e se estenderão até setembro; serão contemplados, prioritariamente, os protetores e famílias em situação de vulnerabilidade que ainda não receberam ração neste ano

A partir desta terça-feira (15), até o mês de setembro, a Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal do Ambiente (Sema), distribuirá seis toneladas de ração para cães e 750 kg para gatos, atendendo a protetores e famílias em situação de vulnerabilidade social que cuidem de animais. Conduzida pela Diretoria de Bem-Estar Animal (DBEA), através do Banco de Ração, a distribuição está prevista para durar até que acabem os estoques atuais de ração.

As ações serão realizadas diariamente, das 9h às 17h, em formato drive-thru, no estacionamento do Parque Arthur Thomas (R. da Natureza, 155, Jardim Piza). Serão atendidos cerca de 20 beneficiários por dia, cadastrados no Banco de Ração, para quem a Sema telefonará previamente, avisando sobre as datas e horários agendados para a retirada da ração.

O secretário municipal do Ambiente, Ronaldo Siena, salientou que a doação de ração é uma ação ainda mais importante durante o período da pandemia de Covid-19. “Nesse período difícil, em que as limitações financeiras de muitas pessoas foram agravadas, acreditamos que a doação dessa ração irá contribuir muito para que essas famílias e protetores consigam cuidar melhor dos seus animais. Com isso, estamos trabalhando tanto para o bem-estar animal quanto para a manutenção da saúde pública”, disse.

De acordo com a diretora de Bem-Estar Animal, Graziella Damante, as atividades contemplarão, prioritariamente, os protetores e famílias que ainda não receberam ração neste ano. “Vamos destinar, no mínimo, 25 kg de ração para cada beneficiário. A quantidade que vai ser entregue dependerá do número de animais que cada pessoa cuida, e foi estabelecida pelos nossos veterinários, por meio de cálculos”, disse.

Após a finalização do estoque atual de ração, de 6,75 toneladas, a Sema iniciará a distribuição de um novo lote, adquirido através de uma licitação que deverá ser concluída em setembro. Com isso, a pasta pretende manter um ritmo constante de compras e doações aos beneficiários do Banco de Ração.

Cadastro

Aproximadamente 264 famílias estão inscritas no Banco de Ração da Prefeitura, além de duas ONGs e 286 protetores independentes da causa animal.  No ano passado, a Sema realizou o recadastramento e atualização dos dados de todos os beneficiários, com o objetivo de averiguar possíveis mudanças em informações como telefones, endereços e quantidade de animais mantidos.

Para participar do programa Banco de Ração, é necessário preencher os formulários disponíveis na página da iniciativa, no Portal da Prefeitura (clique aqui). Após receber os cadastros dos beneficiários, as equipes da DBEA visitam os protetores, para conferir o número de animais atendidos e as condições em que se encontram. Em relação às famílias em situação de vulnerabilidade social, os técnicos do órgão verificam os seus Números de Identificação Social (NIS), para confirmar que estão inscritas nos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS).

Entre em 2020 e 2021, o Banco de Ração da Prefeitura de Londrina já distribuiu mais de doze toneladas de ração.  Além de gêneros alimentícios, o programa municipal também é apto a receber doações de utensílios para animais, como roupas, caixas de transporte, casinhas e demais materiais, destinados às ONGs, protetores e famílias cadastradas.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios