Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O prefeito Marcelo anunciou a revitalização da via em 2022; outras soluções discutidas incluem vagas rotativas de estacionamento e liberação das faixas de ônibus para carros, das 9h às 16h

Com o objetivo de discutir soluções de trânsito e melhorias para a Avenida Duque de Caxias, o prefeito Marcelo Belinati reuniu-se, ontem (19), com empresários e comerciantes que atuam na via. Realizado no Auditório da Prefeitura de Londrina, o encontro contou com a participação do coordenador do Núcleo Nossa Duque, da Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil), Carlos Eusébio; do chefe de gabinete, Moacir Sgarioni; e dos presidentes da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), Marcelo Cortez; e do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (Ippul), Tadeu Felismino.

Também estiveram presentes outros representantes da Acil e os vereadores Giovani Mattos, Eduardo Tominaga e Professora Sonia Gimenez.

A reunião teve como foco três questões urbanas referentes à Avenida Duque de Caxias. O principal assunto discutido foi a revitalização da via. O prefeito anunciou que, em 2022, a Administração realizará uma série de obras na Duque. “Faremos várias ações, incluindo recapes e melhorias na iluminação, arborização e sinalização. Posteriormente, vamos realizar uma revitalização completa, nos moldes da que foi feita na Rua Sergipe”, afirmou.

O presidente do Ippul, Tadeu Felismino, explicou que o órgão já está elaborando um projeto específico para a avenida, em conjunto com o departamento de Arquitetura da Universidade Estadual de Londrina e representantes dos empresários da região. “O objetivo é recuperar a história da Avenida Duque de Caxias, aproveitando e potencializando os seus atrativos. A UEL já preparou um estudo sobre isso, financiado com recursos do Programa Municipal de Incentivo à Cultura. Esse trabalho prévio, que resultou em um catálogo de excelente qualidade, será uma de nossas fontes de informação”, salientou.

Trânsito

Durante o encontro, também foram discutidas medidas voltadas a melhorar o fluxo de trânsito da avenida. Em atendimento à solicitação dos proprietários de empreendimentos localizados na via, a CMTU está realizando estudos para a implementação de faixas rotativas de estacionamento, no horário de entrepico do tráfego, das 9h às 16h. Além disso, no mesmo período, a Companhia pretende liberar as faixas exclusivas de ônibus para veículos individuais.

De acordo com o presidente da CMTU, Marcelo Cortez, a execução dessas soluções demandará a implantação de uma estrutura de fiscalização, composta por agentes da Zona Azul e por um sistema de videomonitoramento. “Faremos um trabalho de conscientização e educação junto aos motoristas, para assegurar que os horários do tráfego e as demais regras de trânsito sejam cumpridas”, afirmou.

Ainda segundo Cortez, em conjunto com o Ippul, a Companhia pretende melhorar a sinalização da Avenida Duque de Caxias, no trecho localizado entre as avenidas Leste-Oeste e Juscelino Kubitschek.

Outro assunto debatido foi o antigo projeto de duplicação da via que, por incluir uma faixa de reserva, impede a ampliação de construções existentes e exigiria a desapropriação de quase cem áreas. O prefeito Marcelo salientou que, além das dificuldades causadas aos comerciantes, uma desapropriação dessas dimensões teria custos muito elevados para o Município e geraria disputas jurídicas que poderiam se estender por décadas. Para resolver o impasse, o projeto de Lei do Sistema Viário, de autoria da Prefeitura, prevê o cancelamento do plano de duplicação. A medida será analisada e votada pela Câmara de Vereadores até o fim de 2022.

“Esse é um problema que se arrasta há quase 50 anos e está sendo analisado pelos técnicos do Ippul. Não há condição jurídica e burocrática para realizar essa duplicação, então vamos procurar outras soluções viárias para a Duque de Caxias. Dessa forma, liberamos os empresários para realizar melhorias nos seus negócios e ajudamos a promover o desenvolvimento da região”, frisou Marcelo.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.