Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A partir de 2022, docentes de educação física da rede municipal terão acesso a programas de mestrado profissional oferecidos pela Universidade

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, assinou, ontem (7), o protocolo de intenção para o estabelecimento de um convênio entre a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), e a Universidade Estadual de Londrina (UEL). Através da parceria, a UEL disponibilizará vagas de mestrado profissional para os professores de educação física da rede municipal de ensino. O objetivo é que os docentes tenham a oportunidade de pesquisar e aplicar soluções para os problemas que ocorrem, dentro de sua área de atuação, nas escolas da rede municipal.

Nos próximos dias, a iniciativa será submetida à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e ao Ministério da Educação para aprovação. Entre outros detalhes, a Capes definirá o valor a ser repassado pelo Município à universidade, que considera apenas os custos logísticos do mestrado, já que os salários dos docentes universitários são pagos pela própria instituição de ensino.

No total, a rede municipal conta com 300 professores de educação física. A SME realizará uma tramitação interna com o intuito de elaborar o edital do programa. O documento incluirá detalhes como o número de vagas disponíveis e as condições de ingresso – mediante processo seletivo – e participação. Além disso, a pasta disponibilizará alguns dias por semana, dentro do período de trabalho, para que os profissionais selecionados possam realizar seus estudos. A previsão é que as formações continuadas tenham início em 2022.

De acordo com o prefeito Marcelo Belinati, a intenção da administração é que, futuramente, servidores municipais de outras áreas profissionais sejam contemplados com programas semelhantes. “O que estamos desenvolvendo com os professores de educação física é um projeto-piloto. Em seguida, vamos realizar outras iniciativas desse tipo com todos os profissionais da rede municipal de ensino. Quem ganha com isso é a sociedade londrinense, que poderá contar com servidores ainda mais qualificados”, afirmou Marcelo.

A secretária municipal de Educação, Maria Tereza Paschoal de Moraes, salientou que esse será o primeiro convênio do tipo no Brasil. Moraes destacou, também, que a UEL é referência de qualidade na área de educação física escolar. “Se existe uma solução para a educação básica no Brasil, essa solução passa pelo professor. Por isso, a ideia é que esse seja o primeiro processo e que todo anos tenhamos uma nova entrada de docentes. Lembro, ainda, que o papel do professor de educação física é ainda mais essencial nesse momento de pandemia, em que as pessoas precisam reforçar os cuidados com sua saúde física e mental”, disse.

O reitor da UEL, professor-doutor Sérgio Carvalho, parabenizou a gestão atual pela sensibilidade e proatividade na abordagem das questões relativas à educação. “Essa administração tem se notabilizado por prestar suporte à universidade, sempre que é preciso. Com essa parceria, esperamos contribuir para que o Município possa reter profissionais cada vez mais qualificados e motivados. Tenho certeza de que, daqui, sairão novas parcerias entre as duas instituições”, pontuou.

O professor da rede municipal e diretor da Escola Municipal Roberto Alves Lima Junior, Amauri Cardoso, desempenhou um papel importante na articulação do convênio. Segundo ele, o acesso ao mestrado profissional vai atender um desejo antigo dos docentes da rede. “Hoje é um dia histórico para Londrina, pois esse programa vai contribuir diretamente para o desenvolvimento da cidade. A qualidade da educação tem que passar também pela formação dos professores, daí a importância dessas atividades”, frisou.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.