Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Com infraestrutura completa, novo bairro foi construído para atender até 331 famílias; lotes são comercializados com condições facilitadas à população de baixa renda

Na próxima segunda-feira (27), a Prefeitura de Londrina realizará a assinatura dos termos de ocupação provisória de lotes urbanizados do Residencial Jequitibá, novo bairro construído na região norte, na abrangência do Jardim São Jorge. Na solenidade, às 9h, no Centro de Esperança e Amor Social (CEPAS), localizada na rua Manoel Cardoso, s/n, o prefeito Marcelo Belinati e o presidente da Companhia de Habitação de Londrina (Cohab-LD), Luiz Cândido de Oliveira, receberão as primeiras 204 famílias que foram selecionadas pelo projeto e já fizeram a escolha do terreno onde poderão construir seus imóveis.

Durante o evento, os contemplados assinarão o Termo de Ocupação Provisória, documento que os autoriza a acessar o lote urbanizado. Com isso, a partir de segunda (27) essas pessoas poderão tomar posse do lote e iniciar o processo de construção das moradias.

O Residencial Jequitibá é um novo loteamento urbano, construído do zero, com recursos próprios da Cohab-LD, contando com infraestrutura completa para abrigar um total de 331 lotes habitacionais. Focado em beneficiar, prioritariamente, pessoas em vulnerabilidade social, proporcionando moradia totalmente regularizada, o empreendimento fica localizado na abrangência do Jardim São Jorge, Residencial Horizonte II e do assentamento Aparecidinha/Bom Jesus. O acesso é feito pela rua Antonio Marcelino de Oliveira.

Com investimento de mais de R$5 milhões, o loteamento foi implantado de forma inédita pela Prefeitura no modelo de lotes urbanizados, com iniciativa articulada pela Cohab-LD. O bairro possui redes de esgoto e água, asfalto, iluminação pública e acessibilidade, e abrigará, em breve, várias famílias que hoje vivem em áreas sem condições adequadas de serem habitadas, muitas vezes em moradias improvisadas, insalubres e sem nenhuma garantia de posse.

Assim, o loteamento urbano permitirá que muitos londrinenses possam realizar o sonho de conquistar uma casa própria, recebendo o título e registro dos imóveis e passando a viver em um bairro de qualidade, desfrutando de mais conforto, segurança e qualidade de vida.

O projeto é parte do Programa de Lotes Urbanizados e atende famílias com renda de até três salários-mínimos, cadastradas na Cohab-LD e que residem em área de risco localizada no entorno do empreendimento, em abrangência definida por edital. Para adquirir os lotes, as famílias têm à disposição condições facilitadas de pagamento.

O presidente da Cohab-LD, Luiz Cândido de Oliveira, comentou sobre a relevância do projeto Lotes Urbanizados, que oportuniza moradia digna, regularizada e acessível à população. “A iniciativa surgiu da carência de acesso à moradia e aos programas habitacionais em vigência no Brasil, com o intuito de reduzir o déficit habitacional, a falta de saneamento básico e amenizar a crise sanitária que ainda estamos vivenciando. Estamos resgatando a cidadania de quase 1.000 pessoas com essa ação no Residencial Jequitibá, levando dignidade a essas famílias que agora possuirão um endereço fixo em um loteamento com toda a infraestrutura urbana necessária. É a recuperação da autoestima dos londrinenses que estavam esquecidos em aglomerados e barracos sem condições de habitabilidade”, ressaltou.

O Residencial Jequitibá fica em um espaço com área total de quase 115 mil m², em terreno da COHAB-LD. O local conta com sistema de drenagem, rede de galerias pluviais, rede de água potável e de esgotamento sanitário, iluminação pública com sistema LED, pavimentação asfáltica e passeio público, arborização, sinalização viária, calçadas com piso tátil e rampas de acessibilidade, entre outros elementos.

Além das 204 famílias já selecionadas, outros 127 lotes remanescentes serão ofertados pela Cohab-LD em uma nova fase de seleção, por meio de edital de chamamento a ser aberto em breve.

Os lotes estão sendo comercializados com valores entre R$ 25 mil e R$ 30 mil, podendo ser financiados em até 30 anos, com parcelas mensais de R$ 150,00 a R$ 180,00 após o período de carência, que é de 12 meses. Todos os interessados precisam estar com seus cadastros habilitados e atualizados junto à COHAB-LD para participar da seleção.

NCPML

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.