Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento, comprou um caminhão baú que será cedido, em permissão de uso, por tempo indeterminado, ao projeto Sacolas Camponesas, da Associação das Mulheres Camponesas do Assentamento Eli Vive (AMCEV), a fim de otimizar o trabalho realizado pelo projeto.

O caminhão comercial leve, carroceria baú, é da marca Mercedes-Benz, modelo Sprinter 416 C. Ele foi adquirido por R$ 148.000,00, por meio de convênio realizado entre o Município de Londrina e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Parte do recurso, R$ 120 mil, originou de emenda parlamentar da deputada federal Gleisi Hoffmann e a outra parte, R$ 28 mil, é contrapartida municipal.

O secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, Regis Choucino, disse que o direcionamento do veículo para a Associação é decorrente de uma reivindicação do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural (CMDR). “Agora, estas mulheres terão a oportunidade de ampliar o projeto, transportar mais alimentos, com mais eficiência e qualidade, pois, atualmente, o único veículo que elas têm para atender o projeto é uma kombi antiga. O caminhão vai possibilitar ampliar o transporte da produção e comercialização das hortaliças e leguminosas que compõem as Sacolas Camponesas”, apontou.

A Associação das Mulheres Camponesas do Assentamento Eli Vive passou a integrar as atividades do Centro Público de Economia Solidária, vinculado à Secretaria Municipal de Assistência Social, em outubro de 2020. Atualmente 10 mulheres trabalham na produção de alimentos na perspectiva da agroecologia, que se preocupa com a não utilização de agrotóxicos e busca a valorização do trabalho da mulher do campo, por meio da geração de renda para a autonomia delas.

No projeto, as mulheres produzem oleícolas, conhecidas também como hortaliças e que abrange as culturas folhosas, raízes, bulbos, tubérculos e algumas frutas, como alface, couve, cebolinha, mandioca, batata doce, beterraba, berinjela e açafrão.  A iniciativa conta com o apoio de assistente social, engenheira agrônoma e coordenador de comercialização.

Segundo a secretária municipal de Assistência Social, Jacqueline Micali, o projeto visa promover a integração com o mundo do trabalho, fortalecendo as iniciativas de geração de renda, proporcionando apoio, assessoria e fomento a iniciativas de Economia Solidária. “O trabalho envolve orientações para comercialização da produção e para o manejo agroecológico de alimentos com vistas a certificação orgânica. Além disso, vale frisar que o trabalho é importante para proporcionar autonomia para as mulheres”, destacou.

Para a secretária, o caminhão baú será importante para aprimorar, qualificar e facilitar o trabalho destas mulheres, que inclui a entrega dos produtos orgânicos, proporcionando meios para o aumento da produção e consequentemente a geração de renda. Segundo Micali, antes da pandemia, eram entregues cerca de 100 sacolas de produtos por semana, reduzindo para 40, atualmente. “Agora, pretendemos voltar com as 100 sacolas entregues semanalmente e até aumentar esta quantidade”, apontou.

Os produtos vendidos pela associação podem ser encomendados por meio de formulário eletrônico, que pode ser solicitado pelo número de WhatsApp (43) 99941-6828, com Ivonete, ou diretamente pelo link https://www.cognitoforms.com/SacolasCamponesas/SacolasCamponesasDoEliVive2. O link é disponibilizado de acordo com os itens disponíveis e as entregas são realizadas no Centro Público de Economia Solidária, localizado na Avenida Rio de Janeiro, 1.278, esquina com a JK, que funciona de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.