Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, realizou, na manhã desta quinta-feira (12), a entrega das obras de duplicação da Avenida Aminthas de Barros, localizada entre as regiões central e sul de Londrina. Com isso, o trânsito na via foi liberado nos dois sentidos de circulação e o tráfego no corredor, entre a Avenida Higienópolis e a rua Senador Souza Naves, ficou inteiramente desimpedido.

Com investimentos de cerca de R$ 3,1 milhões entre recursos federais e municipais, o trabalho contemplou a criação de nova pista de rolamento na Aminthas, construção de canteiro central, demarcação de ciclofaixa, implantação de faixa elevada de travessia para pedestres, instalação de iluminação pública em LED e colocação de semáforos no cruzamento com a Rua da Lapa.

O pacote de melhorias incluiu também o alargamento de parte da Rua Antônio de Morais Barros, no jardim Petrópolis, a edificação de uma rotatória na altura do Monumento à Bíblia e a duplicação da Souza Naves no trecho entre as ruas General Horta Barbosa e Henrique Dias, nas proximidades da Funcart.

Realizado com o objetivo de desafogar o trânsito e facilitar a vida de quem circula entre as regiões do Centro Cívico e da Avenida Higienópolis, o trabalho envolveu ainda pintura e revitalização de calçadas, meios-fios, galerias pluviais, sinalização vertical e horizontal, entre outras intervenções.

Segundo o prefeito, com pista simples, era comum o registro de engarrafamentos, batidas e atropelamentos na Aminthas de Barros. Problemas que, com a duplicação da via, devem ser solucionados ou minimizados. “É mais segurança para os pedestres e condutores londrinenses, que há muito reivindicavam essa benfeitoria. Somada à revitalização do Zerão, cujas ações também foram entregues nesta quinta, a obra engrandece o local”, destacou.

Presente durante a liberação do tráfego, o secretário de Obras e Pavimentação, João Verçosa, afirmou que nos próximos dias o Município fará a vistoria final dos serviços. “Faremos a checagem total do perímetro para só então realizar o recebimento definitivo das ações. Se eventualmente tiver algum detalhe que ainda precisa ser feito, vamos tratar com a empreiteira. No entanto, isso em nada impede a utilização plena da via”, garantiu.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios