Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Em breve, a Secretaria Municipal do Idoso e o CMDI devem publicar um edital de chamamento para as ILPIs, no valor de R$ R$ 1,2 milhão

Na quinta-feira (15), a secretária municipal do Idoso, Andréa Ramondini Danelon, participou de uma reunião com os técnicos da pasta e representantes das Instituições de Longa Permanência (ILPIs) de Londrina. O objetivo foi debater as medidas de prevenção à COVID-19, reforçando a importância da execução dos protocolos sanitários e decretos que estão em vigência para prevenir a propagação do novo Coronavírus. Assim como, agradecer às equipes de profissionais que vêm cuidando da população idosa nas ILPIs.

Além disso, durante a reunião, a secretária municipal do Idoso explicou que, em breve, o Município de Londrina deve publicar um edital de repasse financeiro às instituições registradas no Conselho Municipal dos Direitos do Idoso (CMDI). A intenção é que ele seja finalizado e publicado dentro de 30 dias. “A liberação dos recursos financeiros do Fundo Municipal do Idoso, de cerca de R$ 1,2 milhão, foi possível através da parceria que a Secretaria do Idoso tem com o CMDI. Eles entenderam a situação vivenciada pelo Município, devido à pandemia e a importância do repasse às instituição que atendem as pessoas idosas de Londrina”, disse Danelon.

Serão destinados cerca de R$ 1.250.000,00 às entidades que atendem ao público, para a prestação dos serviços de proteção básica para o fortalecimento de vínculos sociais e comunitários; para a prevenção de violação de direitos e promoção da defesa de direitos; assim como, para os serviços de proteção especial de alta complexidade. O repasse deverá ser feito por meio da publicação de um edital de chamamento público, no qual as entidades prestadoras dos serviços poderão apresentar seus projetos. Elas poderão incluir investimentos em adequações físicas que sejam necessárias para melhor atender aos acolhidos, também terão a oportunidade de investirem na aquisição de equipamentos de proteção individual e em novos equipamentos.

“Elas poderão enviar projetos que venham a colaborar para que a Prefeitura de Londrina possa dar aos idosos um atendimento de qualidade nas Instituições de Longa Permanência, na Casa Dia, e em outras ações, como na prevenção e no combate à violência contra a pessoa idosa e no fortalecimento de vínculos sociais e comunitários”, lembrou Andréa Ramondini Danelon.

Estiveram presentes os representantes da SEPS Lar das Vovozinhas, Lar Maria Tereza Vieria, Asilo São Vicente de Paulo, Bom Samaritano e Fundação Tamarozzi Serviço de Casa Dia. Essas entidades são consideradas ILPIs, ou seja, instituições de caráter residencial, destinadas a domicílio coletivo de pessoas com idade igual ou superior a 60 anos, com ou sem suporte familiar, em condição de liberdade, dignidade e cidadania.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.