Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Avançam as construções dos novos acessos entre a avenida Dez de Dezembro e a Rua Bolívia; estão em fase final de execução as revitalizações do Bosque Central e do Lago Igapó 2

Londrina deve receber da Prefeitura, nas próximas semanas, três obras que beneficiarão diferentes e importantes regiões da cidade, aprimorando a mobilidade urbana e restaurando tradicionais espaços públicos de lazer, passeio e atividades físicas. Integram este conjunto de melhorias as obras de construção das novas alças de acesso entre a avenida Dez de Dezembro e a rua Bolívia, que ainda criam outros dois acessos inéditos em vias que levam a bairros próximos ao Aeroporto. E estão praticamente prontas as obras de recuperação e modernização do Bosque Central e do Lago Igapó 2.

Estes três pontos da cidade foram visitados, na manhã desta terça-feira (9), pelo secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada. Ele acompanhou, mais uma vez, o andamento dos trabalhos juntamente com a equipe técnica da Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação e engenheiros das empreiteiras terceirizadas responsáveis.

Os novos acessos viários que permitirão a interligação da avenida Dez de Dezembro com a rua Bolívia e outras vias, na área da Vila Brasil, e também na região leste, sentido Aeroporto, vão propiciar melhor fluxo de trânsito, rapidez e segurança, diariamente, a milhares de londrinenses. As obras estão avançando em ritmo satisfatório à Prefeitura de Londrina e ultrapassou 80% de execução. Para promover a criação dos novos ramais de trânsito o investimento é de R$ 2,9 milhões.

A entrega da primeira parte da obra, na alça que liga a Dez de Dezembro com a rua Peru, sentido rua Bolívia, está prevista para ocorrer nas próximas semanas, segundo o secretário Marcelo Canhada. “Nessa área, o novo asfalto já foi finalizado, bem como a drenagem, que eram os serviços mais pesados. Assim, a alça de acesso está pronta. Agora estão sendo feitos os acabamentos com calçadas, plantio de grama, iluminação LED e sinalização. A empresa se comprometeu para podermos entregar e liberar este primeiro lado, que já facilitará muito para quem trafega na Dez de Dezembro da parte norte para o centro, ou sai da Vila Brasil para acessar a avenida”, informou.

Ainda na abrangência da rua Bolívia, também foi concluída uma nova rotatória construída entre as ruas Peru e Adriático, que permitirá novas rotas neste ponto inédito de acesso.

Canhada disse que, tanto na região da Vila Brasil como na área da avenida Salgado Filho, as obras transcorrem normalmente. “No andamento das obras, houve apenas um pequeno atraso por conta de vários dias de chuvas e ainda por causa de um trecho de solo contaminado na área leste que exigiu mais intervenções, mas com tudo já adequado. O mais importante é que a execução está a pleno vapor e, até 20 de dezembro, teremos a entrega completa de uma excelente obra de mobilidade urbana que vai melhorar muito o trânsito e valorizar essas regiões. Estamos bem felizes com o andamento e a população tem elogiado muito essa obra, ficando na expectativa para ver isso pronto e poder utilizar as novas vias”, destacou.

No segundo lado de construções da obra, no sentido sul-norte da avenida, envolvendo acessos para a região leste, estão sendo criadas duas novas alças viárias de conexão. Ambas já estão com pavimentação asfáltica prontas. Uma delas é o acesso da avenida Dez de Dezembro para a rua da Aeronáutica, logo após a altura da rua Charles Lindemberg.

A outra é um novo trajeto que permitirá o trânsito a partir da rotatória da Praça João Negrão, que se liga à avenida Salgado Filho, descendo de volta para a Dez de Dezembro. Nessa rotatória, estão sendo realizados serviços de galerias pluviais. Para isso, o local conta com interdições sinalizadas. Além disso, as equipes de obras também estão realizando a duplicação viária de um trecho da rua Bolívia neste lado leste, logo após o viaduto da Dez de Dezembro.

As obras estão em execução pela TCE Engenharia LTDA. Ao todo, a obra terá 5.650 m² apenas em pavimentação. Além da ampliação do sistema de captação e drenagem de águas, em diferentes trechos, serão construídas novas calçadas e haverá instalação de iluminação pública com sistema LED.

Bosque Central

Em fase final de trabalhos, as obras de revitalização do Bosque Central estão prestes a ser entregues à população. Estão em curso os últimos ajustes e adaptações, a partir das exigências feitas pelos técnicos da Prefeitura de Londrina junto à empresa responsável, a San Pio Construtora. A terceirizada deve entregar tudo até o início de dezembro. O investimento total da Prefeitura é de R$ 2,8 milhões.

O secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada, disse que a obra será entregue oficialmente apenas quando todo o local estiver em plenas condições, com os serviços respeitando o projeto de obras e o contrato licitado. “Apesar dos atrasos por parte da construtora, ao ver hoje os trabalhos fico mais aliviado. A obra está praticamente pronta, sem mais nenhum mobiliário a ser colocado, nem piso. As estruturas internas todas estão finalizadas, a quadra, o espaço para pets, palcos e outros”, citou.

Nesta semana, a CMTU iniciará a instalação de um parquinho infantil que será atração para as crianças. Na reta final, as correções finais das obras no Bosque e reparos estão sendo feitos pela empresa, sem causar mais custos à Prefeitura. Ainda será feita uma força-tarefa para ampla limpeza em todo o bosque, com operações entre CMTU, Sema e outras secretarias.

“Estamos cobrando a entrega o mais rápido possível. É dinheiro dos munícipes sendo aplicado, por isso o cuidado para que este recurso seja convertido com respeito, trazendo uma obra de ótima qualidade. Há a ansiedade nossa e das pessoas pela obra, mas o mais importante é a responsabilidade que temos enquanto poder público para que tudo seja feito corretamente. As famílias, crianças, idosos e todos os londrinenses merecem este espaço devidamente revitalizado para aproveitar seus passeios e momentos de lazer”, frisou Canhada.

Após reformado, o Bosque Central deve receber eventos, apresentações culturais e iniciativas de práticas esportivas, visando trazer de volta os frequentadores e valorizar um dos mais tradicionais e históricos espaços públicos de Londrina.

Lago Igapó 2

Outra área pública de lazer que vem sendo revitalizada é o Lago Igapó 2. Parte das obras já haviam sido entregues pela Prefeitura, no primeiro contrato, e agora os serviços da segunda etapa estão quase prontos.  A instalação de mobiliários urbanos está sendo concluída. Nesta semana, chegarão os últimos itens a serem instalados, e iniciará também a colocação de estrutura de guarda-corpos em trechos restantes. Ao longo do Igapó 2 estão sendo implantadas estruturas como bancos, totens, barras fixas e itens para exercício físico e outros módulos.

As melhorias dessa obra abrangem intervenções no entorno do Igapó 2, nas vias Bento Munhoz da Rocha Neto e Professor Joaquim de Matos Barreto, desde a avenida Higienópolis até as avenidas Maringá e Ayrton Senna.

O investimento total da Prefeitura é de cerca de R$ 1 milhão e a revitalização do Lago 2 foi dividida em duas fases. A primeira etapa, com custo de R$ 660 mil, aproximadamente, teve foco em recuperação de pavimentos, calçadas e instalação de mais de 300 pontos de iluminação em LED ao longo do entorno trabalhado.

E a segunda etapa, que concluirá a obra, tem orçamento de cerca de R$ 300 mil, incluindo, entre os serviços, revitalização de ciclovia e a implantação dos novos mobiliários urbanos. A responsável é a Gaissler Moreira Engenharia Civil.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.