Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Convidado a participar da sessão da quinta (8), Cláudio Tedeschi disse que os primeiros recursos para iluminação LED foram liberados neste mês

Eleito diretor-presidente da Sercomtel Iluminação em abril deste ano, Cláudio Tedeschi participou da sessão da quinta-feira (8) da Câmara Municipal de Londrina (CML). Convidado pela vereadora Prof.ª Sonia Gimenez (PSB), ele falou dos planos para a iluminação pública em Londrina e prestou contas aos vereadores sobre dois empréstimos tomados pelo Município para a implantação de iluminação de LED. Juntos, os financiamentos somam R$ 70,6 milhões e foram autorizados no ano passado pelo Legislativo Municipal, a partir da aprovação de dois projetos de lei enviados pelo prefeito Marcelo Belinati (PP).

Segundo Tedeschi, há em torno de 65 mil luminárias em Londrina, incluindo aquelas instaladas nos distritos rurais. Destas, 4 mil são ornamentais, localizadas em parques, praças e bens públicos, e o restante está em ruas e avenidas. De acordo com o diretor-presidente da Sercomtel Iluminação, nos quatro anos do primeiro mandato de Belinati foram substituídas 23 mil destas luminárias antigas por LED, em torno de 35% do total. Tedeschi afirmou que as trocas ocorreram com recursos próprios do Município, a partir da Contribuição para o Custeio da Iluminação Pública (Cosip).

Conforme o diretor-presidente, as luminárias de LED têm consumo menor de energia e durabilidade aproximadamente três vezes maior do que as luminárias antigas. Por esse motivo, foram contratados dois empréstimos, um com o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e outro com a Agência Fomento Paraná. "Você paga isso com o tempo só com a redução que você tem no consumo", disse. O objetivo dos financiamentos aprovados pela Câmara é modernizar 100% do parque de iluminação de Londrina. Tedeschi informou que neste mês o Município recebeu os primeiros recursos, liberados pelo BRDE. O objetivo é concluir os trabalhos em 36 meses, com a substituição de aproximadamente mil pontos por mês.

Marcela Campos/Asimp/CML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.