Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Trecho 3, último dos cinco novos trechos viários criados, foi entregue pelo prefeito Marcelo Belinati; trânsito foi integralmente liberado a partir do final da avenida Robert Koch

O projeto Arco Leste, uma das obras mais importantes e aguardadas das últimas décadas em Londrina, foi finalizada pela Prefeitura. O Trecho 3, último dos cinco novos trechos viários criados, foi entregue pelo prefeito Marcelo Belinati na manhã desta segunda-feira (10). Em seguida, o trânsito foi integralmente liberado a partir do final da avenida Robert Koch.

Neste trecho da região leste, o Município construiu um acesso inédito, para interligar as avenidas Robert Koch e José Ventura Pinto, com acesso pela Estrada do Limoeiro, contornando a cabeceira de pista do Aeroporto Governador José Richa. O novo trajeto, com pista dupla e toda infraestrutura, inclui passagem de transposição sobre o Ribeirão Limoeiro.

A obra traz melhorias na mobilidade urbana e facilita a vida de milhares de moradores e pessoas que trafegam nessa área, além de criar ambiente para um novo eixo de desenvolvimento, ao incentivar a abertura de empreendimentos imobiliários e comerciais, que poderão gerar empregos e mais valorização deste ponto de Londrina.

O prefeito Marcelo Belinati destacou que esta é uma grande obra, que compreende quase 3 km de pistas duplicadas, que ligam desde a José Ventura Pinto e a Avenida Salgado Filho, chegando até a Estrada do Limoeiro, até a avenida Robert Koch. “É uma obra que traz segurança no trânsito e conforto às pessoas e vai gerar um grande ramal de desenvolvimento para a região leste de Londrina. Aqui, com certeza se instalarão empresas, indústrias e novos empreendimentos imobiliários, gerando emprego e renda à população. Com a entrega do Trecho 3, estamos concluindo o projeto do Arco Leste, que liga desde a PR-445, na Avenida Waldemar Spranger, até chegar na BR-369, na saída de Ibiporã”, apontou.

O secretário municipal de Obras e Pavimentação, João Verçosa, disse que trata-se de uma das obras mais importantes da administração do prefeito Marcelo Belinati, porque cria um eixo de integração importantíssimo, possibilitando, aos moradoras da cidade, circular pela cidade sem passar, necessariamente, pela Avenida Dez de Dezembro. “O Trecho 3 é o mais caro de todos, pois precisamos fazer algumas melhorias que não estavam previstas, como inserção de rotatória, alargamento de calçada, e outros ajustes, para a realização de um serviço extraordinário. A via ficou muito bem sinalizada e, agora, vamos fazer outra licitação para executar a pintura da ciclovia, que não estava prevista”, afirmou.

Segundo o secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada, que também esteve presente na entrega, a obra trará um novo ramal de desenvolvimento para a cidade de Londrina. “O Arco Leste, de acordo com a Secretaria de Obras e o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (Ippul), é uma das obras de mobilidade mais importantes da cidade dos últimos 30 anos. É possível sair da PR-445 até a BR-369 em aproximadamente 15 minutos, com pista quase totalmente duplicada. Mesmo durante a pandemia, a Prefeitura continua investindo em infraestrutura urbana e isso é importante até do ponto de vista econômico, pois estas obras movimentam a economia do município”, frisou.

Investimento

Para executar o Trecho 3, a Prefeitura investiu R$ 11,5 milhões, incluindo a nova conexão entre as avenidas com pistas duplicadas, novas rotatórias, ciclovia e toda a infraestrutura. Os serviços também compreendem rede de galerias pluviais, calçadas, canteiro central, pintura, criação de rede elétrica, iluminação com sistema LED, sinalização viária, arborização, entre outros serviços. Ao todo, foram cerca de 2,5 km de pista nova e os trabalhos foram executados pela empresa Kapa Construções.

Também foram feitas desapropriações de terrenos, para que a obra pudesse ser realizada, e uma grande demolição de rochas, em 2020, na área que foi a aberta para criar a conexão entre as duas avenidas. Com a liberação do Trecho 3, o projeto Arco Leste está totalmente concluído em Londrina. Com isso, os motoristas, podem realizar um trajeto direto da rodovia BR-369 até a PR-445, utilizando o novo ramal viário construído para interligar diferentes regiões da cidade.

Ao todo, são cinco trechos com novas ruas e avenidas que se conectam a outras vias já existentes, totalizando 14 km de trajeto. O percurso completo pode ser feito em uma média de 15 minutos, dependendo do horário e fluxo de trânsito. O investimento total foi de mais de R$ 20 milhões.

Para quem parte da BR-369, por exemplo, é possível realizar o caminho do Arco Leste saindo da rodovia até a avenida dos Pioneiros, passando pelas avenidas Jamil Scaff e Máximo Peres Garcia, até a rua Nereu Mendes, que levará à avenida Robert Koch. Após o novo contorno por trás do Aeroporto, é possível chegar até a Avenida José Ventura Pinto, depois ir em direção à PR-445 pelas avenidas das Américas e Charles Lindemberg. O caminho é concluído ao cruzar a avenida Dez de Dezembro e acessar a rua Portugal, cujo trajeto levará até a Avenida Waldemar Spranger, onde foi executado o Trecho 5 do Arco Leste.

Outros trechos

O Trecho 1 da obra permitiu a criação de um acesso inédito, a partir do prolongamento da Avenida dos Pioneiros, ligando a região leste diretamente com a BR-369, no sentido de Ibiporã. O acesso é feito pela Avenida Custódio Venâncio Ribeiro. A obra incluiu a construção de dois viadutos paralelos que passam por cima da linha férrea, depois do campus da UTFPR, em uma área que está se expandindo com diferentes empreendimentos imobiliários.

O Trecho 2 foi executado antes do Trecho 1 e iniciou o trabalho de ampliação e revitalização da avenida dos Pioneiros até a rotatória da UTFPR. Foi realizada pista duplicada e o remanejamento de rede elétrica nessa área, entre outras melhorias infraestruturais.

No Trecho 4, em direção à PR-445, foi construído o prolongamento com pista duplicada da avenida das Américas, que passou a se conectar com a Rua Charles Lindemberg, passando ao lado do Parque Arthur Thomas. A obra permitiu mais mobilidade e acessibilidade da região sul para a região leste e noroeste de Londrina, por meio de uma passagem que não existia, ampliando o tráfego que antes ocorria somente pela Dez de Dezembro.

Já o Trecho 5 do projeto fica na Avenida Waldemar Spranger. Foi executado trajeto de 2 km dessa via, com novo trevo que leva até a PR-445, passando pela Rua Albânia. A travessia parte da área de chácaras abaixo da barragem do Lago Igapó, interligando a Waldemar Spranger ao trevo da Cooperativa Agro-Industrial de Londrina (Cativa). O traçado trabalhado ainda continua pelas avenidas Portugal e Charles Lindemberg até chegar no Trecho 4, na Avenida das Américas.

Entre os presentes na entrega, estiveram o vice-prefeito, João Mendonça; o chefe de Gabinete, Moacir Norberto Sgarioni; o secretário de Governo, Alex Canziani; o presidente da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), Marcelo Cortez; e os vereadores Fernando Madureira, líder do prefeito Marcelo Belinati no legislativo, e Chavão.

Dayane Albuquerque e Renan Oliveira/NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.