Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A próxima etapa será a entrega da documentação que será avaliada pela Banca Examinadora; a classificação final deve ser divulgada no dia 28 de janeiro

Foi publicada, na segunda-feira (11), a relação de inscrições deferidas no processo seletivo para tutores de atividades virtuais, promovido pela Escola de Governo da Prefeitura de Londrina. A lista consta no Edital 011/2021, disponível para acesso no Jornal Oficial, edição 4.249. Por meio dessa seleção, aberta no dia 4 de janeiro, serão escolhidos servidores municipais efetivos para ministrar atividades de tutoria on-line em cursos semipresenciais ou integralmente pela internet, ofertados pela Escola de Governo. Serão preenchidas vagas temporárias e também haverá cadastro de reserva. Ao todo, foram deferidas 176 inscrições.

Após a publicação, os candidatos que tiveram suas inscrições indeferidas contam com prazo de 24 horas para apresentarem recurso contra a decisão. O procedimento deve ser feito pelo e-mail atendimentoavapml@gmail.com.

Encerrado o período de inscrições, a próxima etapa do teste será a entrega da documentação solicitada pelo Edital de Abertura nº 010/2021, que estabelece as regras de cada etapa e traz os detalhes sobre o envio dos documentos no item número 6. O período de entrega documental será de 13 a 15 de janeiro de 2021. As cópias digitalizadas dos diplomas, certificados ou declarações requeridas deverão ser postadas no mesmo local da página “Seleção de Tutores” no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA/PML), por onde também foram efetuadas as inscrições on-line. Essa etapa é de caráter eliminatório.

Além da documentação profissional ou acadêmica, o candidato precisa, obrigatoriamente, apresentar cópia digitalizada assinada do Formulário para Documentação Comprobatória gerado no ato da inscrição on-line. Os documentos exigidos precisam ser apresentados digitalizados em até três arquivos compactados, possuindo tamanho máximo de 20MB cada, respeitando a sequência indicada pelo edital.

Segundo a diretora da Escola de Governo, Andrea Carvalho Beluce, a procura pelo processo seletivo foi acima das expectativas e mostra o fortalecimento das ações formativas e cursos realizados pelo setor. “A participação está sendo muito positiva e o número de inscrições foi até mais alto do que esperávamos. A intenção é capacitar mais tutores virtuais para as atividades on-line, que estão em crescente por conta da pandemia. Vale lembrar que só serão aprovados e estarão aptos a exercer a função os servidores que já possuem o certificado do curso de tutoria oferecido pela Escola de Governo. Estamos ampliando a divulgação para que mais servidores sejam formados e possam ministrar atividades. Para este primeiro semestre de 2021, a previsão é formar de três a cinco turmas do curso de tutoria on-line”, informou.

A documentação dos candidatos será avaliada pela Banca Examinadora designada pela Escola de Governo. O grupo verificará a validade e também emitirá o valor da pontuação obtida pelos candidatos, a fim de definir a classificação do processo seletivo. Serão desclassificados da seleção os candidatos que tiverem média geral inferior a 50% do total de pontos previsto pelo edital. Aqueles que não forem convocados para preenchimento imediato de vagas para tutoria on-line irão compor o Cadastro de Reserva durante o período de um ano a partir da data de publicação do edital de origem.

O Edital de Classificação Final será publicado na data provável de 28 de janeiro de 2021, após às 17 horas, no Jornal Oficial. Também ficará disponível na página utilizada para a realização da inscrição on-line. E a data de publicação da homologação final e convocação está prevista para o dia 3 de fevereiro.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios