Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O governador Carlos Massa Ratinho Jr. esta neste momento reunido com prefeitos e autoridades de Londrina e região, no Conjunto Novo Amparo, região norte da cidade, para liberar R$ 29,8 milhões para Londrina e mais sete municípios, entre homologações, licitações e ordem de serviço

A maior liberação é para recape e pavimentação. Os recursos conseguidos junto à Secretaria de Infraestrutura e Logística por intermédio do deputado Tiago Amaral somam quase R$ 20 milhões para 246 vias urbanas de Londrina, um total de 70 quilômetros de ruas.

O governador também entrega a homologação de R$ 5,8 milhões a fundo perdido para a compra de 3 veículos hatch, 1 van, 1 caminhão 8x2, 3 caminhões pipa 6x2, 1 caminhao espagidor, 8 caminhão caçamba basculante 6x4, 2 rolo compactador vibratório, 1 motoniveladora, 1 escavadeira hidraulica. Os veículos e equipamentos rodoviários  que foram viabilizados por Tiago Amaral junto à Sedu  serão utilizados na recuperação e manutenção das estradas rurais e na recuperação da malha viária urbana.

Para Londrina o governador entrega a homologação, no valor de R$ 2.638.462,98, para início das obras de conclusão do Tecnocentro no Parque Tecnológico Francisco Sciarra. A liberação dos recursos junto à  Secretaria de Desenvolvimento Urbano foi articulada pelo deputado Tiago Amaral e o Ecossistema de Inovação de Londrina a fundo perdido.

O Tecnocentro vai dar apoio às empresas no desenvolvimento de pesquisas com estrutura de laboratórios, incubadora e serviços de apoio. O projeto prevê pavimento térreo com laboratório de alimentos, módulos menores para laboratórios e empresas, e o pavimento superior terá sala de reuniões e áreas destinadas às empresas. O prazo de execução da obra é de 300 dias.

"A nossa percepção sobre o Tecnocentro é que ele será um grande ativo entre as empresas e novas tecnologias. Ali acontecerá a convergência de empreendedores com pesquisa e a elaboração de avanços para o setor produtivo. Temos a grande expectativa de que a inovação e as empresas integrem a construção desse projeto", afirma Fabrício Pires Bianchi, gerente Sebrae Região Norte.

"A construção do Tecnocentro é a realização de um sonho. Essa obra está no nosso radar desde 2008, nós abraçamos a causa, conseguimos a parceria com o Deputado Tiago Amaral que nos aproximou do governo e finalmente conseguimos avançar com esse projeto. A entrega do Tecnocentro se tornou a meta da minha gestão. Além de ser bom para as empresas, também será produtivo para a comunidade. Ter um espaço desses significa avanço tecnológico, significa capacitação de funcionário, novas startups. Londrina só tem a ganhar", acrescenta Gilmar Machado, presidente do APL TI de Londrina e região, que congrega 2.430 empresas que empregam cerca de 35 mil pessoas.

Polo de Tecnologia - O Tecnocentro será um grande ativo para o polo de tecnologia, projetando Londrina ainda mais no cenário de TI. A cidade congrega pelo menos 420 Startups nos mais diversos setores - Agronegócio, TIC, Saúde e Serviços-, concentrando 30% das Startups do Paraná, segundo levantamento do SEBRAE/PR, além de  incubadoras, aceleradoras e a realização de centenas de eventos como: Hackatons, Meetups, Startup Weekend, Statup On, ECO TIC, Feira Eletrometalmecânica de Inovação, Palestras e Oficinas de Inovação.

Além de Londrina, receberam recursos os municípios de Andirá, Jataizinho, Kalore, Lidianópolis,  Rolândia, Santa Mariana e Santo Antonio do Paraíso.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios