Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

As etapas da parte estrutural, elétrica e hidráulica já foram concluídas; desde a sua inauguração, há mais de 20 anos, o prédio nunca havia recebido reforma estrutural

A Prefeitura de Londrina está reconstruindo o Pronto Atendimento Infantil (PAI) e o Laboratório Municipal de Análises Clínicas (Centrolab), que desde a sua inauguração, há mais de 20 anos, em 1999, nunca tinha recebido reforma estrutural, fundamental para atender com mais conforto os usuários dos serviços e os servidores municipais. As etapas da parte estrutural, elétrica e hidráulica já foram concluídas, restando apenas os acabamentos, para então serem inseridos os novos móveis e equipamentos.

Até agora, já foram executados a troca de piso, de revestimentos cerâmicos de parede, de todas as louças e metais, das portas de madeira e das telhas de policarbonato; instalação de toda infraestrutura elétrica, quadros de distribuição novos, luminárias, tomadas e interruptores novos, da rede de som ambiente, de rede de câmeras e de rede de alarme de incêndio novo; instalação de gerador de 500 KVA que mantém todo o PAI e Centrolab em funcionamento em caso de falta de energia; ampliação do estacionamento dos servidores; revisão e troca parcial das telhas da cobertura; revitalização do lago e cascata internos; parte da instalação de ar condicionado nos ambientes de atendimento e a pintura interna está em fase de acabamento.

Na parte externa falta apenas executar a pintura, substituir a iluminação e revitalizar a área; também serão instalados armários em madeira sob bancadas e concluir a instalação dos aparelhos de ar condicionado. A previsão é de que estes serviços sejam concluídos no próximo mês. As obras iniciaram em agosto do ano passado e estão sendo investidos R$ 3.723.107,08 de recursos municipais, para reformar mais de 3 mil metros quadrados de área. A empresa responsável pelas obras, vencedora do processo licitatório, é a Engemitsu Engenharia e Construções, de Londrina. Durante a reforma, os atendimentos do PAI foram realocados para a Avenida Juscelino Kubitschek, 3.421, e do Centrolab para a Rua Maranhão, 463.

A obra de reforma do PAI proporcionará a reorganização dos espaços, a criação de novos ambientes, adequação da lavanderia, central da esterilização e banheiros, e inserção de uma área de lazer para as crianças (brinquedoteca). A reforma também propiciará maior espaço na sala emergência e sala de inalação, uma sala de vacina exclusiva, além de adequação da sala de coleta na de medicação, nos consultórios, na farmácia, local de sutura exclusiva e outros procedimentos.

O PAI faz cerca de 8 mil consultas e aproximadamente 3 mil exames de raio x por mês, além de milhares de exames laboratoriais. Desde a sua inauguração, em 1999, foram realizadas mais de 3 milhões de consultas médicas. Segundo o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, a reconstrução do PAI vai proporcionar uma condição mais adequada aos servidores, para que eles possam atender os pacientes com mais qualidade, eficiência e segurança, bem como os pais e outros familiares. “Estas pessoas poderão ser atendidas em um local mais adequado, confortável e humanizado, no momento em que mais precisam”, afirmou.

Centrolab

A reestruturação do laboratório, localizado no mesmo prédio do PAI, visa otimizar e aprimorar o atendimento aos usuários com a readequação dos ambientes. Serão ampliados alguns espaços, para implantação dos novos equipamentos, a fim de diminuir o tempo de espera na liberação dos resultados dos exames, principalmente nos setores de recepção e coleta.

Uma das mudanças será na entrada dos usuários do Centrolab. O piso superior térreo será reformado para conter uma entrada exclusiva para o laboratório, desafogando a entrada do PAI, onde os usuários se dirigem atualmente, para coleta de material. A recepção será ampliada e o espaço passará a contar com sala para coleta infantil, sala coleta adulto, sala de coleta para gestante, com poltronas para exames, para dar mais conforto às grávidas.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios