Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Dados foram apresentados na sessão da terça (24) pela delegada da Mulher em Londrina, Magda Hofstaetter

No primeiro semestre deste ano, marcado pela pandemia de covid-19 e por medidas de distanciamento social, os registros de ocorrência de violência contra a mulher tiveram queda em relação ao mesmo período de 2019, tanto no Brasil quanto no Paraná. Em contrapartida, os registros de feminicídio aumentaram quase 2% no país. Os números foram apresentados pela titular da Delegacia da Mulher em Londrina, Magda Hofstaetter, na sessão virtual da terça-feira (24) da Câmara de Londrina. A delegada participou da sessão para falar sobre o Dia Internacional da Eliminação da Violência contra a Mulher (25 de novembro) e as ações de enfrentamento realizadas no município. O convite foi feito por meio do requerimento nº 174/2020, de autoria da vereadora Daniele Ziober (PP) e do vereador Pastor Gerson Araújo (PSDB).

Magda Hofstaetter ressaltou que a violência contra a mulher continuou ocorrendo durante a pandemia, até com maior gravidade. “Essa queda nos registros (nas delegacias) não significa que a violência tenha diminuído, muito pelo contrário. A violência continuou acontecendo, porém ela não estava chegando ao conhecimento das autoridades, muito em razão dos decretos proibindo a circulação das pessoas em vias públicas. Muitos serviços foram interrompidos nesse período, o que dificultou a possibilidade de as mulheres fazerem esse tipo de denúncia”, disse. Segundo ela, as chamadas para o 190 (Polícia Militar) aumentaram 4% no Brasil e 8,5% no Paraná nos primeiros seis meses de 2020.

O Dia Internacional da Eliminação da Violência contra a Mulher foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) em memória aos homicídios das irmãs Patria, Minerva e María Teresa Mirabal, em 25 de novembro de 1960, pela polícia da República Dominicana, em razão das lutas das três mulheres contra a ditadura.

Asimp/CML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios