Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Representantes do Colégio de Aplicação de Londrina realizam uma reunião na próxima segunda-feira, dia 14, às 18h,  na sala de eventos do Centro de Ciências Humanas da UEL para debater as estratégias para evitar o fechamento do colégio.

Em entrevista na Rádio CBN, o diretor Edmilson Lunardão afirmou a  resolução 3736/14, publicada no Jornal Oficial do Paraná prevê a transferência da administração do Colégio Aplicação para a Universidade Estadual de Londrina (UEL) em 2018.

Hoje, a responsabilidade de manutenção e contratação de professores, é da Secretaria Estadual de Educação (Seed). De acordo com o Lunardão a publicação da resolução está equivocada e a direção do colégio tenta reverter isso junto ao governo do estado.

Ele explicou na entrevista que, na época, a universidade havia pedido para assumir a administração do Centro de Educação Infantil do Hospital Universitário (HU) e da UEL. Mas, por um possível erro de digitação, a resolução previu também a transferência do Colégio Aplicação. Diante do equívoco, que só foi percebido neste ano, a direção da escola protocolou um pedido de alteração.

O diretor explica que a única saída para manter o colégio funcionando é mantê-lo sob a administração da secretaria estadual. Se o pedido de alteração da resolução não for aceito, a UEL não tem condições de assumir a escola, que corre o risco de fechar as portas em 2019.

A Assuel apoia o debate deste importante tema e convida toda a comunidade e sociedade civil organizada para participar da reunião.

Elsa Caldeira/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios