Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná

Evento gratuito faz parte da programação do Mês da Mulher; inscrições podem ser feitas pelo telefone 3378-0111

Com o objetivo de ajudar as mulheres a lidar melhor com seus sentimentos, em especial, com a culpa que muitas carregam, a Prefeitura de Londrina vai realizar, nesta quinta-feira (11), às 17 horas, uma roda de conversa fechada. O evento será realizado on-line, por meio da Plataforma Google Meet, em obediência às medidas preventivas contra o novo coronavírus.

O objetivo é abrir um espaço para que as mulheres falem sobre os motivos que levam muitas a se sentirem culpadas, mesmo sabendo que elas não têm motivos reais para isso ou que essas supostas razões são, na maioria das vezes, criadas pelo imaginário.  “Sabemos que todos, homens e mulheres, convivem com o sentimento de culpa, mas nelas isso é mais constante. Queremos entender o motivo desse sentimento e como lidar com ele,  na tentativa de buscarmos uma qualidade de vida melhor para essas mulheres”, explicou a psicóloga da Secretaria de Políticas para as Mulheres e mediadora da roda de conversa, Lisnéia Rampazzo.

As interessadas em participar precisam se inscrever para o evento, porque as vagas são limitadas. Isso permitirá que as participantes tenham um atendimento mais individualizado com a psicóloga e mediadora.  Para fazer a inscrição, é preciso telefonar para a Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres, pelo 3378-0111, das 12h às 18h. Após a conclusão dos cadastros, a SMPM criará um grupo de Whatsapp com as participantes, onde enviará o link para participar do encontro. Tudo é gratuito.

A atividade faz parte da programação elaborada pela Prefeitura para celebrar o Mês da Mulher em Londrina. “Durante o mês de março, estamos ofertando várias ações em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Elas tratam da saúde mental, dos direitos femininos, dos serviços ofertados na rede municipal, dos avanços e dos desafios que nós mulheres e a sociedade ainda temos pela frente. Esperamos que a comunidade aproveite e participe dessas atividades”, convidou a secretária municipal de Políticas para as Mulheres, Liange Doy Fernandes.

A agenda organizada pela SMPM para o mês de março inclui diversos eventos e encontros. Entre eles, há uma campanha promovida pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEA), palestras em universidades e empresas, lives, homenagens às servidoras municipais e show de poetisas e musicistas.

Além disso, a programação inclui a ampliação de horários para a realização de testes rápidos, pelo Centro de Testagem e Acompanhamento (CTA) da Saúde; contações de histórias de mulheres brasileiras de destaque, para os alunos da rede municipal de ensino; oferta de curso sobre feminismo e gênero, ministrado pela Universidade Estadual de Londrina; e oficina sobre Planejamento, Gestão e Controle Social de Políticas Públicas, para os integrantes do Conselho Municipal de Direitos da Mulher (CMDM).

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios