Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Gestantes e puérperas a partir dos 18 anos, com ou sem comorbidades, são consideradas como grupo prioritário; e a partir de agora, deverão apresentar prescrição médica no ato da vacinação

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Londrina divulgou, na segunda-feira (12), uma série de orientações, referentes à vacinação contra a Covid-19, para gestantes e puérperas. As normas baseiam-se na Nota Técnica no 2/2021, emitida pelo Ministério da Saúde, bem como a Nota Técnica no 02/2021, publicada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) do Paraná.

De acordo com os novos documentos, as gestantes e puérperas a partir dos 18 anos, com ou sem comorbidades, são consideradas como grupo prioritário e devem ser vacinadas contra o novo coronavírus.

Segundo a diretora de Vigilância em Saúde, Fernanda Fabrin, as gestantes e puérperas que ainda precisam receber a primeira dose da vacina deverão obter uma carta médica que autoriza a vacinação. “Essas mulheres devem passar por avaliação pelo médico que as atende, e precisarão apresentar a prescrição médica no ato da vacinação, assim como a carteirinha de gestante ou a certidão de nascimento que comprove que o parto foi feito nos últimos 45 dias. Porém, as gestantes e puérperas que iniciaram o esquema vacinal antes da publicação das novas normas não precisam da carta médica para receber a segunda dose”, frisou.

Os imunizantes aplicados nesse público somente podem ser das marcas Coronavac/Butantan ou Pfizer BioNTech/Comirnaty, que não possuem vetor viral.  É importante ressaltar que a fase de lactação não é considerada prioritária para a vacinação. Porém, se a lactante tiver indicação para vacinação (por grupo prioritário ou idade), a lactação não deve ser interrompida.

A vacinação poderá ser feita em qualquer fase gestacional, respeitando o intervalo de 15 dias entre a vacina contra a Covid-19 e as demais vacinas do calendário vacinal da gestante. As gestantes e puérperas deverão acessar o site da Prefeitura e fazer seu cadastro, que posteriormente será validado pela Secretaria de Saúde, por meio deste link. Após a validação, a data e horário para a vacinação deverão ser agendados na mesma página.

A aplicação das doses em puérperas e gestantes está sendo realizada, exclusivamente, no Centro de Convivência do Idoso (CCI) da região norte, localizado na esquina da Rua Luís Brugin com a Avenida Saul Elkind. A unidade funciona de segunda-feira a domingo, sendo que as mulheres que fazem parte desses grupos são atendidas sempre às 8h30.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios