Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Gestantes e puérperas a partir dos 18 anos, com ou sem comorbidades, são consideradas como grupo prioritário; e a partir de agora, deverão apresentar prescrição médica no ato da vacinação

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Londrina divulgou, na segunda-feira (12), uma série de orientações, referentes à vacinação contra a Covid-19, para gestantes e puérperas. As normas baseiam-se na Nota Técnica no 2/2021, emitida pelo Ministério da Saúde, bem como a Nota Técnica no 02/2021, publicada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) do Paraná.

De acordo com os novos documentos, as gestantes e puérperas a partir dos 18 anos, com ou sem comorbidades, são consideradas como grupo prioritário e devem ser vacinadas contra o novo coronavírus.

Segundo a diretora de Vigilância em Saúde, Fernanda Fabrin, as gestantes e puérperas que ainda precisam receber a primeira dose da vacina deverão obter uma carta médica que autoriza a vacinação. “Essas mulheres devem passar por avaliação pelo médico que as atende, e precisarão apresentar a prescrição médica no ato da vacinação, assim como a carteirinha de gestante ou a certidão de nascimento que comprove que o parto foi feito nos últimos 45 dias. Porém, as gestantes e puérperas que iniciaram o esquema vacinal antes da publicação das novas normas não precisam da carta médica para receber a segunda dose”, frisou.

Os imunizantes aplicados nesse público somente podem ser das marcas Coronavac/Butantan ou Pfizer BioNTech/Comirnaty, que não possuem vetor viral.  É importante ressaltar que a fase de lactação não é considerada prioritária para a vacinação. Porém, se a lactante tiver indicação para vacinação (por grupo prioritário ou idade), a lactação não deve ser interrompida.

A vacinação poderá ser feita em qualquer fase gestacional, respeitando o intervalo de 15 dias entre a vacina contra a Covid-19 e as demais vacinas do calendário vacinal da gestante. As gestantes e puérperas deverão acessar o site da Prefeitura e fazer seu cadastro, que posteriormente será validado pela Secretaria de Saúde, por meio deste link. Após a validação, a data e horário para a vacinação deverão ser agendados na mesma página.

A aplicação das doses em puérperas e gestantes está sendo realizada, exclusivamente, no Centro de Convivência do Idoso (CCI) da região norte, localizado na esquina da Rua Luís Brugin com a Avenida Saul Elkind. A unidade funciona de segunda-feira a domingo, sendo que as mulheres que fazem parte desses grupos são atendidas sempre às 8h30.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.