Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná

Equipes do controle de endemias intensificam combate nas regiões que apresentam os maiores índices epidemiológicos

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, divulga novo boletim sobre a situação da dengue na cidade. O relatório emitido esta semana é referente aos dados do segundo semestre de 2020. Até o momento, foram registradas 2.192 notificações de dengue, com 174 casos confirmados.

Nesse mesmo período, 914 casos de dengue foram descartados e outros 1.103 suspeitos continuam em andamento. Em relação à chikungunya, doença que é transmitida pelo Aedes aegypti assim como a dengue e o zika vírus, Londrina registrou quatro notificações neste segundo semestre, das quais três foram confirmadas.

Com aumento das temperaturas e das chuvas por conta do verão, o esperado é que aumente também a proliferação do Aedes, que transmite várias doenças. Para impedir o aumento dos casos, as ações desenvolvidas pelos agentes de Combate às Endemias envolvem a identificação e eliminação dos focos do mosquito.

O secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, reforçou que toda a população precisa eliminar possíveis criadouros do mosquito. “Nós intensificamos as atividades de combate à dengue, mas o apoio e participação de toda a comunidade londrinense, cuidando diariamente dos seus quintais, é essencial para conseguirmos diminuir os casos da doença”, enfatizou o secretário.

De acordo com coordenador do Controle de Endemias, Nino Medeiros Ribas, o Município está trabalhando com o critério de avaliação de risco, ou seja, as equipes intensificaram as atividades nas regiões que apresentam os maiores índices epidemiológicos. “As visitas estão sendo realizadas apenas nos quintais das casas, tomando todos os cuidados, tanto para o servidor como para o morador. Durante essas atividades, estamos recolhendo todos os focos encontrados. Já foram visitados 185 bairros, desde o dia 24 de agosto. Em 923 casas, foram encontrados 1.299 focos do mosquito transmissor. Os depósitos que mais se destacam nesta incidência entomológica são o lixo no quintal e vasos de plantas”, destacou Ribas.

Em parceria com a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), a SMS também promove a entrega de sacos verdes para a população, orienta sobre o descarte correto dos objetos, principalmente dos recicláveis, além de realizar mutirões de limpeza em casas com acúmulos de lixo.

Agenda

Nesta terça-feira (15), as equipes estarão nos seguintes bairros: jardins Guanabara, Orion, Gávea, Germano Balam, Paraíso, Alemanha, Cafezal, Igapó, Residencial Terra Bonita, Coliseu, conjuntos Parigot de Souza I, Santa Rita, Cervejaria.

As vistorias ocorrem entre 07h30 e 18h30. Todos os agentes trabalham devidamente uniformizados e, em caso de dúvida, a população pode entrar em contato pelo telefone 0800-400-1893.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios