Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Embora as confirmações relacionadas à doença tenham caído, município continua com o vírus em circulação, mesmo no inverno

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) divulgou um panorama da situação da dengue em Londrina, ontem (5), em entrevista coletiva concedida pela diretora de Vigilância em Saúde, Sônia Fernandes. De acordo com os dados, a cidade continua registrando casos suspeitos e tendo confirmações da doença.

Do início do ano até agora, foram registradas 13.438 notificações relacionadas à dengue. Destas, 3.162 foram confirmadas, 9.374 descartadas e 902 seguem em análise, aguardando o resultado de exames laboratoriais.

“O que nos chama a atenção é que tivemos 61 casos confirmados de dengue em julho e em agosto foram seis. Embora tenha diminuído, significa que não houve interrupção da circulação do vírus da dengue mesmo no inverno. Isso nos coloca em uma situação crítica com a chegada do período mais quente, pois continuamos tendo o vetor e a circulação viral e infelizmente podemos ter uma situação crítica novamente, como aconteceu no primeiro semestre do ano”, apontou Sônia.

De acordo com a diretora, a SMS continua com o trabalho de campo, realizado pelos agentes de Endemias da cidade. “Nesta semana iniciamos uma ação em determinados bairros que nos preocupam mais, fazendo um trabalho com a comunidade e vistoria nas casas, nas regiões que têm se mantido, ao logo do ano, com um índice alto de infestação do vetor. A tentativa neste momento é, junto com as comunidades, eliminar os possíveis focos”, contou.

Ações educativas

Prossegue também as ações educativas, realizadas em diversos locais, como escolas, empresas e instituições. O trabalho nas cooperativas de reciclagem continua sendo realizado e desta vez acontecerá na Cooperativa Coocepeve, nesta sexta-feira (6), às 13 horas. O objetivo é reforçar, aos colaboradores, a importância que as cooperativas têm no recolhimento dos objetos que possam se tornar criadouros do Aedes e na preservação do meio ambiente.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios