Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Três locais diferentes estarão vacinando a população adulta neste sábado (8)

Amanhã (8), às 8 horas, a Secretaria Municipal de Saúde dará início à Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo. Para imunizar o público-alvo, que são adultos de 20 a 49 anos de idade, o Município liberou o agendamento via internet. Os interessados podem acessar a página da Prefeitura de Londrina e escolher o melhor horário para receber a vacina (clique aqui e agende um horário).

A expectativa é imunizar até o final de agosto 243 mil pessoas. Para isso, inicialmente, foram disponibilizadas 7 mil doses da vacina contra o sarampo e cerca de 60 profissionais da saúde. Eles estarão espalhados por três pontos diferentes da cidade, para facilitar o acesso da população. São eles: o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Valéria Veronesi (localizado na Rua Benjamin Constant, 800, centro); a Escola Municipal Moacyr Teixeira (situada na Rua Luís Brugin, 775, região norte) e a antiga sede da Unidade Básica de Saúde do Guanabara, onde atualmente encontra-se a sede da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (Rua Valparaíso esquina com a Avenida Higienópolis).

Segundo a diretora de Vigilância em Saúde da SMS, Sônia Fernandes, a SMS liberou o agendamento das 8h às 14h, porém caso todos os horários sejam ocupados rapidamente, novos serão abertos até as 18 horas. Para tomar a vacina é preciso ter em mãos um documento original com foto. Aqueles que tiverem a Carteira de Vacinação também devem levá-la para que os profissionais registrem a imunização de reforço.

“É importante que a população se atente à vacinação, porque a campanha nacional contra sarampo vai encerrar no dia 31 de agosto e, com a reintrodução da doença no Brasil, houve muitos casos da doença nesta faixa etária dos 20 aos 49 anos, mesmo vacinada. Então, em uma estratégia para o controle e erradicação do sarampo no Brasil, o Ministério da Saúde optou por esta vacinação indiscriminada”, explicou a diretora.

Sobre o sarampo

Trata-se de uma virose de transmissão respiratória. Seu contágio se dá pelo ar, por meio de tosse, espirros, fala ou respiração. Ele é transmitido na fase em que o doente tem febre alta, mal-estar, coriza, irritação ocular, tosse e falta de apetite e perdura até quatro dias depois do aparecimento das manchas vermelhas, segundo o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos da Fiocruz.

Os sintomas mais comuns são febre alta, conjuntivite associada, olhos lacrimejantes e aversão à luminosidade, coriza, vermelhidão pelo corpo, mal-estar e tosse seca persistente. Após três dias de febre alta, em média, surgem as manchas avermelhadas pelo corpo, que duram cerca de 7 a 10 dias. O paciente fica convalescente devido à doença.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios