Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Trabalho será realizado em colégios e entornos a fim de conscientizar alunos e professores sobre a importância do combate ao mosquito

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio da Coordenação de Controle de Endemias, promove nos próximos dias diversas ações a fim de conscientizar a população sobre a importância da prevenção e do combate ao aedes Aegypti. Na quinta-feira (16), das 9h às 12h, o Assentamento Eli Vive, localizado no distrito de Lerroville, recebe o  Dia “D” da Dengue. Os agentes esperam atingir em média 500 crianças e adolescentes com diferentes abordagens didáticas.

Na sexta-feira (17), o grupo realiza mais um mutirão de limpeza educativa. Será das 9h às 10h30 no Centro Educacional Infantil (CEI) Santo Antônio, localizado na Avenida Madre Leônia Milito, 499. A iniciativa tem como proposta fornecer orientações com o objetivo de evitar o contágio da dengue, febre amarela, zika e chikungunya, doenças causadas pelo mosquito.

No sábado (18), a avenida Saul Elkind, nas proximidades do Colégio Estadual Lúcia Barros de Lisboa, vai receber o “Tarobá no Seu Bairro”. Os agentes de endemias se utilizarão de materiais lúdicos para propor uma abordagem educativa expondo onde residem os criadouros  nas casas, tipos de locais em que ele se alojam e formas de combatê-los. A ação acontece das 9 às 13 e espera alcançar em média 60 estudantes.

As abordagens serão feitas por meio de materiais informativos como panfletos e banners. Além disso, as ações contarão com uma estrutura onde serão expostas espécies de caramujos transmissores da esquistossomose, o barbeiro e o Aedes aegypti, escorpiões e outros insetos hospedeiros e transmissores de doenças.

De acordo com a agente de endemias, Cristina Gomes Torquato, as ações têm como público-alvo estudantes. O objetivo é fazer com que estas crianças e adolescentes transmitam às famílias as orientações recebidas. “Elas são grandes parceiras. Muitas vezes os pais não estão atentos ao problema, mas quando estes alunos chegam e dão um puxão de orelha, a situação pode mudar”, contou.

Dengue em números

A Secretaria Municipal de Saúde divulgou nesta quarta-feira (15) o boletim semanal com os dados sobre a dengue em Londrina. Desde início de 2018 até agora, foram registradas 1.846 notificações relacionadas à doença. O total compreende 17 casos confirmados, 1.693 descartados e outros 136 que aguardam o resultado de exames laboratoriais.

A pequena quantidade de casos se deve, entre outros motivos, ao recente período de seca vivido no Município e ao intenso trabalho realizado pela SMS junto aos bairros. “Mesmo com o índice da dengue baixo, não podemos parar. É um trabalho contínuo que acreditamos que tem gerado bons resultados”, expôs Cristina.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios